A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

24/10/2017 11:27

Vizinho de morto no Lajeado acredita que latido de cachorro anunciou o crime

"Se meu cachorro late, é porque tem alguma coisa", informou vizinho que chegou a procurar por algo, mas não encontrou nada

Bruna Kaspary
Anderson foi encontrado morto dentro do barraco onde morava (Foto: André Bittar)Anderson foi encontrado morto dentro do barraco onde morava (Foto: André Bittar)

O latido do cachorro de seu Jurandir pode ter sido um sinal de que algo de errado acontecia no barraco de Anderson Escobar da Silva, 28, acredita o professor que mora na frente da casa do jovem. Outro vizinho afirma ter visto uma pessoa saindo de bicicleta do local onde ele foi encontrado.

"Eu escutei meu cachorro latindo, e quando ele late é porque tem alguma coisa, então eu até saí procurando um sapo ou algum outro bicho, mas não achei nada", explica Jurandir Cartelheira, 72. Ele ainda acredita que o havia algo que estava incomodando Anderson. "De manhã ele estava bem diferente, nem me cumprimentou, e quando voltou de tarde parecia bem bravo".

Apesar das declarações de Jurandir, outro vizinho do jovem, de 21 anos, que preferiu não se identificar, disse que à tarde eles tomaram tereré juntos e Anderson parecia bem tranquilo. "Ele não estava diferente não, não percebi nada, parecia bem".

"A gente estava aqui assistindo filme quando escutamos um barulho, mas não parecia num tiro, parecia que alguém tinha jogado uma pedra em um dos barracos", explicou o vizinho. Logo após o barulho, o irmão do jovem saiu para ver o que tinha acontecido e viu uma pessoa saindo do local de bicicleta, mas não conseguiu ver o rosto.

Segundo esse vizinho, o crime aconteceu por volta das 22h. Jurandir disse que não viu nada, mas acredita que o latido de seu cachorro tenha sido um aviso porque a polícia chegou pouco tempo depois. "Eu entrei para tomar um banho e quando saí já vi as luzes da polícia aqui na frente".

De acordo com o relato da família de Anderson aos policiais, ele mantinha um relacionamento com um homem, que foi identificado apenas como Wesley. Ainda foi informado que o casal brigava muito, mas não há informações se ele seria o autor do disparo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions