A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

24/06/2018 13:49

Volta da Caravana da Saúde é alívio para quem esperava na fila por cirurgia

Durante ação também serão realizados exames em diversas outras especialidades, como exames laboratoriais, de mamografia, papanicolau e biópsia

Liniker Ribeiro e Mirian Machado
Célio Lourenço estava na fila há aproximadamente 8 meses e conseguiu operar da catarata neste domingo (Foto: Paulo Francis)Célio Lourenço estava na fila há aproximadamente 8 meses e conseguiu operar da catarata neste domingo (Foto: Paulo Francis)

A Caravana da Saúde retomou os atendimentos para pacientes em diversas especialidades que estavam na fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde). As consultas e cirurgias estão sendo realizadas desde ontem (23), mas a abertura oficial aconteceu na manhã deste domingo (24), no Parque Ayrton Senna.

O evento contou com a participação de representantes das Secretarias de Saúde municipal e estadual, autoridades locais e de representantes de diversos municípios do Estado, como Paranaíba, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Jardim, Chapadão do Sul e Ponta Porã.

Os procedimentos que realizados desde às 8h é motivo de comemoração para muitas pessoas, até mesmo quem precisou viajar para ser atendido. É o caso da aposentada Bruna Sartor Mondaldo, de 73 anos. Moradora de Eldorado - distante 447 quilômetros da Capital - a idosa revelou que sofria há pelo menos um ano e meio de cataratas e operou o olho direito, nesta manhã.

"Arde muito o olho, parece que tem areia. Fico feliz de ter sido rápido, afinal eu fiquei apenas três meses na fila, e estou sentindo até um alívio", afirmou. Ainda segundo ela, um médico do Paraná já havia feito o encaminhamento para cirurgia, mas como o procedimento é muito caro, não teve condições de arcar com os custos. Agora, a paciente espera conseguir marcar para operar o olho esquerdo em breve.

O trabalhador rural Célio Lourenço, de 50 anos, estava na fila há aproximadamente 8 meses e também conseguiu realizar o procedimento cirúrgico neste domingo. "Eu já estava enxergando tudo escuro. Eu até já tinha conseguido marcar antes, mas perdi a data e consegui agora pela Caravana", comemorou.

 

Paciente aferindo pressão enquanto aguarda atendimento na Carana da Saúde (Foto: Paulo Francis) Paciente aferindo pressão enquanto aguarda atendimento na Carana da Saúde (Foto: Paulo Francis)
Dona Bruna também conseguiu ser operada, nesta manhã (Foto: Paulo Francis)Dona Bruna também conseguiu ser operada, nesta manhã (Foto: Paulo Francis)

Abertura - O evento marcou o início da ação que, desde ontem, realiza atendimentos em diversas especialidades para pacientes na fila do SUS. A expectativa do governo é que sejam realizadas cerca de 18 mil cirurgias e 32 mil consultas durante os procedimentos.

Do total, cerca de 13 mil cirurgias serão oftalmológicas, principalmente de cataratas, e serão realizadas no Parque Ayrton Senna. Os atendimentos no local serão realizados até dia 6 de julho. O restante serão feitas nos quatro hospitais parceiros: Santa Casa, Maternidade Cândido Mariano, Hospital Regional e São Julião.

Durante o evento, nesta manhã, Carlos Alberto Coimbra, secretário de saúde, reforçou que os atendimentos são prioritariamente para pessoas reguladas pelo estado ou município, previamente agendados. "Nem todas as especialidades são atendidas diariamente, depende muito da disponibilidade dos médicos", afirmou ao destacar que outros pacientes só serão atendidos em caso de falta ou desmarcações.

No sábado, o coordenador da Central de Regulação explicou ao Campo Grande News que o órgão está ligando para os pacientes que estão previamente cadastrados, informando horários e detalhes das consultas, para evitar que a pessoa vá direto no Ayrton Senna e não seja atendido. Os serviços no Ayrton Senna são realizados a partir das 8h, mas os portões do parque abrem um pouco mais cedo, às 6h.

Além dos exames oftalmológicos, também serão feitos exames laboratoriais, de mamografia, ultrassom das mamas, papanicolau e biópsia bucal durante a Caravana. Os municípios de Maracaju e Costa Rita também receberão procedimentos cirúrgicos do projeto, batizado de Caravana dos Hospitais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions