A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/06/2010 15:47

Casal de universitários preso por furtar lojas de marca

Redação

Um casal de estudantes universitários foi preso na tarde de ontem depois de ter furtado vários objetos de lojas da Capital que comercializam produtos caros e considerados de boa marca.

Pedro Saab dos Santos, de 22 anos, e Abkeila da Silva Ramos, de 23 anos, já eram investigados pela Polícia suspeitos de furtar produtos em várias lojas. Eles frequentavam lugares caros e malhavam em uma das academias de ginásticas mais caras da Capital, onde eram vistos sempre juntos.

Consultora de moda de uma das lojas lesadas, Joelma Paz, de 38 anos, contou que os dois chegaram à Sidney Volpe, na rua Antônio Maria Coelho, às 9h de ontem e permaneceram no local por quase quatro horas.

Ela detalhe que os jovens chegaram em um carro caro, estavam bem vestidos, eram cultos e educados e provaram muitas peças alegando que tinham muitas festas para ir. "Não dava para suspeitar de nada", afirma.

Apesar da demora e de provar muitas peças, eles não levaram nada da loja. Durante a tarde, policiais estiveram no local com dois vestidos de festa, uma bolsa dourada e algumas bijuterias, questionando se não pertencia aos comerciantes.

Foi quando eles descobriram que os dois haviam furtado os objetos. Para a funcionária, as bijuterias devem ter sido pegas por Pedro, e Abkeila escondeu os vestidos enquanto estava no provador.

Ela confessa não saber como os dois conseguiram sair da loja com os produtos sem serem notados, porque a jovem, por exemplo, usava um vestido curto e não tinha como esconder uma roupa de festa.

Depois de reconhecer e recuperar as peças, a funcionária foi à delegacia registrar o caso e se surpreendeu ao encontrar vários outros lojistas. Entre os produtos furtados, havia tênis, calçadas, bijuterias e roupas. "Eles só pegavam de lojas top, não tinha nem uma lojinha", detalha.

De acordo com a vítima, vários comerciantes tiveram prejuízo porque os produtos encontrados com o casal, que foi preso na residência deles, já estavam usados.

Outro estabelecimento registrou, ainda ontem, boletim por um furto cometido pelos dois no dia 10 deste mês. Na ocasião, eles foram à loja Ana Rebelato, na rua Espírito Santo, e provaram várias calças.

O casal deixou os produtos e Pedro disse que buscaria tudo no dia seguinte, quando levaria o cheque para efetuar o pagamento. Mas, nenhum deles retornou e os telefones deixados no cadastro eram inexistentes.

Apenas depois da Polícia procurar os comerciantes, é que perceberam terem sido furtados. Nesta ocasião, os universitários colocaram calças jeans por baixo da roupa com a qual estavam.

Segundo as vítimas, os dois foram localizados por meio da placa do veículo que usavam quando iam às "compras".

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions