A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

18/01/2010 09:23

Casas em Novo Horizonte do Sul apresentam rachaduras

Redação

Ilhado depois do rompimento da rodovia que dá acesso a Novo Horizonte do Sul, o município enfrenta outro problema: algumas casas começaram a apresentar rachaduras. O prefeito Marcílio Álvaro Benedito (PMDB) estima que 200 imóveis tenham sido afetados.

Benedito revela que os telefones da prefeitura têm recebido muitas ligações de pessoas que tiveram partes das residências rachadas. Morador da área central, o servidor Paulo Rios Vilar, 52 anos, afirma que as rachaduras apareceram no sábado, mesma data em que o asfalto da MS-475 cedeu e isolou o município.

Ele acredita que este problema esteja relacionado à chuva, assim como a destruição da rodovia e das pontes da cidade. Vilar conta que quatro cantos da casa estão rachados, assim como o banheiro e peças de cerâmica.

O prefeito já esteve reunido com os secretários para avaliar a situação. Ele pediu ao governo a presença de um geólogo para estudar o que houve na cidade.

Benedito ressalta que está "assustado" porque não se sabe a origem do problema. "Não sabemos o que aconteceu por baixo do solo", completa.

Durante todo o fim de semana, equipes da prefeitura percorreram a cidade para avaliar os prejuízos e, decretar situação de emergência. Ele destaca que além das duas crateras abertas, 13 pontes e galerias foram destruídas.

Para o prefeito, a recuperação exige recursos da ordem de R$ 4,5 milhões.

O município de Novo Horizonte do Sul tem 6 mil habitantes e é localizado a 348 quilômetros de Campo Grande. Os 300 milímetros de chuva em quatro horas, entre as 2h e 6h da madrugada deste sábado, foram responsáveis pelo isolamento da cidade.

A água rompeu o asfalto na MS-475, que liga a cidade a Ivinhema e Naviraí. Todos os acessos foram destruídos pela chuva.

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions