A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/06/2010 13:47

Catapora mata criança de 1 ano em Campo Grande

Redação

Complicações da catapora causaram a morte de uma criança de um ano e sete meses na última terça-feira em Campo Grande. Após passar por atendimento em posto de saúde, o menino foi levado para o CTI (Centro de Terapia Intensiva) do HR (Hospital Regional) Rosa Pedrossian.

Em outros dois óbitos de criança registrados neste mês no HR, há suspeita de que as mortes foram causadas por complicações da doença. De acordo com diretora de Vigilância em Saúde da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Márcia Dal Fabbro, o menino morreu de infecção generalizada. "A investigação ainda não terminou, mas deve ter sido mesmo varicela devido ao quadro clínico".

Conhecida como uma doença típica da infância, a catapora, em 99% dos casos, causa mais incômodo do que problemas de saúde. Contudo, o pediatra Sandro Benites explica que em alguns casos a doença se torna mais agressiva.

O vírus fragiliza o organismo e as bolhas estouradas retiram a proteção da pele, abrindo a "porta" para bactérias. Desta forma, as complicações são graves e incluem infecção generalizada, hemorragia e encefalite. Outro agravante é que o quadro evolui rápido, levando a óbito em poucas horas.

O pediatra enfatiza que nesta época do ano os surtos de varicela são comuns. "Por dia, atendo duas ou três crianças com catapora".

Ele explica que uma semana antes de apresentar os sintomas, a criança já esta transmitindo o vírus.

Márcia Dal Fabbro reforça que os pais devem se manter alertas quanto a higiene da criança, inclusive, cortando bem as unhas, para que as bactérias não entrem no organismo por meio da pele.

Entretanto, o sofrimento de pais e filhos poderia ser evitado por uma simples medida de governo. "A solução é incluir a vacina para varicela no calendário nacional de vacinação", afirma Sandro Benites. A inclusão também é defendida pela diretora da Vigilância em Saúde. "Já conseguimos incluir a [vacina] pneumocócica, temos que ter mais essa para proteger as crianças", salienta.

A vacina contra a bactéria pneumococo - causadora de meningites

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions