A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

11/04/2015 11:56

CCR MSVia completa um ano à frente da BR-163 neste sábado

Mariana Rodrigues
Em julho, a Concessionária deu início à duplicação dos primeiros 80,6 quilômetros da rodovia. (Foto: Rachid Waqued/ Divulgação)Em julho, a Concessionária deu início à duplicação dos primeiros 80,6 quilômetros da rodovia. (Foto: Rachid Waqued/ Divulgação)

Hoje (11), a CCR MSVia completa 1 ano de administração da BR-163 em Mato Grosso do Sul. A concessionária assinou o contrato de concessão em março de 2014 e assumiu a rodovia um mês depois, no dia 11 de abril daquele ano. Em julho, a Concessionária deu início à duplicação dos primeiros 80,6 quilômetros da rodovia, que estará inteiramente duplicada em cinco anos.

Em 12 meses e com 17 frentes de atuação, os cerca de 200 trabalhadores realizaram serviços de pavimentação, roçada e capina, reparos e limpeza nos sistemas de drenagem, recuperação de defensas metálicas e limpeza geral da estrada que é a mais importante do Estado. Segundo Fausto Camilotti, Gestor de Atendimento da CCR MSVia e responsável pelo chamados Trabalhos Iniciais, a principal preocupação foi garantir de forma rápida e eficaz a segurança e a fluidez ao tráfego.

“Enquanto os serviços de duplicação vão sendo realizados em 10 segmentos da rodovia, nós atuamos ao longo de todo o trecho buscando oferecer as melhores condições possíveis para que os usuários pudessem viajar com conforto e segurança”, disse o engenheiro.

Camilotti informou ainda que as oito frentes responsáveis pela manutenção da rodovia, como capina e roçada, enfrentaram um dos mais complexos desafios nesse campo de atuação entre todas as unidades do Grupo CCR. “Em doze meses, foram quase 7 mil quilômetros de trechos mantidos com capina e roçada em vários ciclos de trabalho, o que equivale a mais de 8 vezes a distância total da rodovia. O clima por aqui é quente e as chuvas frequentes, uma combinação que só faz o mato crescer, e crescer rápido”.

De acordo com o engenheiro da Concessionária, em relação à pavimentação, mais de 400 quilômetros da rodovia foram recuperados, com cinco frentes trabalhando sistematicamente e utilizando cerca de 275 mil toneladas de massa asfáltica. Foram implantados pela Concessionária, para realizar os chamados serviços gerais, mais de 4 mil m² de sinalização vertical (placas) e revitalizaram cerca de 255 mil m² da sinalização horizontal (faixas, tachas refletivas e balizadores).

Foram instalados ainda 330 quilômetros de cercas e 11 quilômetros de defensas metálicas (guard rails). Em paralelo, limparam mais de 1.300 quilômetros de drenagem, incluindo 337 bueiros e 115 quilômetros de reparos em meios-fios e canaletas. Ainda, 15 pontos críticos de erosões foram corrigidos com serviços de terraplenagem.

“Esses números dão a dimensão do desafio que foi vencido nessa primeira etapa da Concessão, que chegou a Mato Grosso do Sul para transformar a BR-163/MS na Rodovia da Vida”, comemora Fausto Camilotti.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions