A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/07/2012 12:38

Censo revela que 9% da população de Mato Grosso do Sul não têm religião

Aline dos Santos

Entre 2000 e 2010, a população sem religião em Mato Grosso do Sul passou de 165.792 para 225.784

Católicos representam 59% da população do Estado. (Foto: Rodrigo Pazinato)Católicos representam 59% da população do Estado. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Em Mato Grosso do Sul, 9,22% da população não têm religião. O dado é do Censo 2010. Conforme o IBGE, a classificação inclui os agnósticos, ateus e pessoas que responderam não professar nenhuma religião.

Entre 2000 e 2010, a população sem religião em Mato Grosso do Sul passou de 165.792 (7,98%) para 225.784 (9,22%). Em 1970, por exemplo, 0,77 de população do Estado não tinha religião.

Desde então, se manteve a tendência de aumento deste grupo. Na comparação nacional, Mato Grosso do Sul é o nono Estado com maior percentual de pessoas sem religião. O ranking é liderado pelo Rio de Janeiro (15,60%).

No cenário estadual, Paranhos tem o maior percentual dos sem religião (33,9%), seguido por outros municípios da região de fronteira: Tacuru (27,6%), Coronel Sapucaia (18,1%), Amambai (17,9%) e Aral Moreira (15,9%). Em Campo Grande, 10,6% da população não tem religião.

Católico e evangélicos - O quadro geral das religiões em Mato Grosso do Sul mostra a redução do numero de católicos e aumento dos evangélicos. Dos 2,4 milhões de habitantes, 1.453.746 (59,42%) professam a religião Católica Apostólica Romana. Em 2000, o percentual de católicos era 69,52%. Na década de 1960, o catolicismo era quase a religião oficial, escolhida por 92,71% da população.

O Censo 2010 mostra que o maior percentual de católicos está em Figueirão (82,47%), Alcinópolis (82,43%), Ivinhema (80,12%), Batayporã (80,12%), Anaurilândia (78,68%) e Itaquiraí (78,41%).

O número de evangélicos em Mato Grosso do Sul, no Censo anterior, era de 378.654 habitantes, já em 2010 passou a ser de 648.831. Em percentuais, o aumento foi de 18,2% para 26,4% do total da população, demonstrando também ascensão a partir da década de 1980.

No quadro atual, as denominações com mais fieis são: Assembleia de Deus, Igreja Evangélica Batista e Igreja Congregação Cristã do Brasil. Dentre as capitais, Campo Grande tem a sétima maior proporção de evangélicos: 30,5%. No Estado, o percentual de evangélicos também é destaque em Aquidauana (36,8%), Anastácio (33,4%), Sidrolândia (31,6%) e Douradina (30,8%).

Espíritas - Segundo o Censo, o número de pessoas adeptas da religião e

Espírita passou de 30.714 em 2000 para 46.610 em 2010. Ou seja, os espíritas correspondem a 1,90% da população. A maior proporção está em Campo Grande (3,52%) e o menor em Deodápolis (0,05%). Os espíritas formam o segmento religioso com o maior rendimento e alfabetização.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


Os católicos praticantes, estes certamente não migraram para outras religões, é que muitas pessoas se dizem católicas mais não vão a igreja, ai, quando a coisa aperta, ele é resgatado por uma entidade evangélica....o mais importante é que independente de católicos ou evangélicos, todos são cristão!!!
 
daniela dias em 03/07/2012 01:03:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions