A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/07/2014 19:04

Cerca de 80 mil usuários podem ser excluídos do programa Tarifa Social

Alan Diógenes

Cerca de 80 mil usuários de energia do programa federal Tarifa Social, cadastrados em Mato Grosso do Sul, poderão ser excluídos, caso não renovem a inscrição. O alerta foi feito pelo Concen (Conselho de Usuários de Energia) e pela Enersul, durante reunião nesta terça-feira (29).

De acordo com a representante do Concen, Maria Rita Barcelos Giraldelli, os usuários deverão fazer o recadastramento no programa até outubro deste ano. O problema, segundo ela, é que as pessoas já estão cientes do fato há três anos, mas até agora não tomaram providência.

“Será um grande prejuízo social, principalmente para aquelas famílias de baixa renda que poderão inclusive atrasar as contas de luz, em função da baixa renda e desemprego que tem aumentado todo mês em Mato Grosso do Sul. Assim vão aumentar os casos de gambiarras e os chamados gatos, que são ligações clandestinas que colocam em risco o usuário”, explicou.

As famílias podem fazer o recadastramento no programa do Governo Federal por meio da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) e da Setas (Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social). Desta forma os assistentes sociais repassam as informações para a Enersul, que faz o desconto na tarifa de energia elétrica.

Para divulgar a necessidade de se fazer o recadastramento no programa, a Enersul está informando os clientes participantes através do boleto de pagamento da conta de luz. O Concen também está estudando outras formas de avisar os usuários do beneficio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions