A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/01/2009 16:20

Chuva abre cratera em obra de esgoto no Rita Vieira

Redação

Moradores do bairro Rita Vieira, em Campo Grande, estão sofrendo com uma cratera aberta na rua por conta de obras da Prefeitura. Segundo a população, desde que a rua foi 'esburacada' para instalar a tubulação de esgoto, a cratera localizada na rua Macário Alves com a Rafael Nahas só tem aumentado. Com a chuva deste final de semana, o local ficou intransitável.

Segundo a comerciante Helena Ribeiro de Souza, de 48 anos, que tem um bar em frente ao local, a erosão na rua começou com as obras há três meses.

Ela conta que há quinze dias o problema começou a se intensificar, e com as chuvas deste final de semana a situação piorou muito.

"Ontem um entregador de pizza quase caiu no buraco, freou em cima. Isso aí está um perigo", alerta ela. Para a moradora, se a erosão não for contida, o problema vai se agravar e alcançar toda a extensão da rua.

A estudante Vanessa Gomes de Oliveira, de 18 anos, também afirma que o problema é conseqüência das obras na região. "Se for fazer serviço assim, é melhor nem fazer", reclama ela.

Transtorno - O motorista Vanderlei Palhati, de 46 anos, tem de sair de casa de bicicleta, enquanto a combi fica parada no quintal. Ele tem medo de tombar o veículo na cratera ao tentar fazer uma manobra com o pouco espaço de rua que restou em frente à sua residência. "O carro está aí dentro e não tem como sair", reclama.

Além da combi, o motorista tem um caminhão que deixa sempre estacionado na empresa em que trabalha. Ele diz que não consegue passar com o automóvel na rua esburacada, e por isso nem tenta levá-lo para casa.

O motociclista Cristiano Franco dos Santos, de 21 anos, afirma que teve que redobrar a atenção ao passar pelo local. Ele costuma visitar as amigas que moram ali, e reclama do transtorno de desviar da cratera.

Para a estudante Vanessa Gomes de Oliveira, a erosão na rua representa um perigo para os motoristas que transitam pelo local. "Se vier alguém dirigindo e cair aí morre, porque olha o tamanho do buraco", observa.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions