A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/01/2011 08:55

Chuva moderada em Campo Grande reforça alerta

Aline Queiroz

Risco é para áreas com risco de alagamento e desabamento

Máquinas estão paradas em obras próximas ao shopping Campo Grande.(Foto: João Garrigó).Máquinas estão paradas em obras próximas ao shopping Campo Grande.(Foto: João Garrigó).

Das 7 horas às 8 horas choveu em Campo Grande 10 milímetros, segundo dados do Setor de Meteorologia da Base Aérea. A chuva é considerada moderada e não causou estragos à população, segundo o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil.

No entanto, a chuva contínua serve de alerta. “É perigoso porque a chuva está fixa e, com isso, o solo fica encharcado porque está recebendo água o tempo todo. Se vier chuva forte as pessoas não têm para onde ir”, afirmou o meteorologia Natálio Abraão.

Desde ontem, a Defesa Civil monitora 12 pontos com registro de alagamento, nos Bairros Jockey Clube, Piratininga, Bom Jesus, Nhá-Nhá, Canguru, Taquarussu, Vila Olinda, Vila Santo Eugênio, Progresso, São Conrado, Coronel Antonino e Jardim Alto do São Francisco.

O índice pluviométrico até ontem havia atingido 64 milímetros. Já em todo o mês de janeiro do ano passado foram 345 milímetros, segundo Natálio.

A chuva desta manhã não causou estragos à população, no entanto, é prejuízo às obras desenvolvidas na cidade para resolver problemas relacionados à drenagem.

Na antiga Furnas, a atual Avenida Paulo Coelho Machado, as máquinas estão paradas porque não há condição de realizar os serviços.

A via foi fechada no sábado (08/01) para a conclusão das obras, que devem levar pelo menos 60 dias até a liberação.

Moradores do Bairro Guanandi, uma das regiões mais afetadas pela chuva da última semana, dizem não ter enfrentado problemas em decorrência da chuva, segundo o presidente da associação de moradores do Guanandi, Clodoado Dias Guimarães.

Ele revela ainda que uma comissão de moradores foi recebida ontem à tarde pelo prefeito, Nelsinho Trad (PMDB), que se comprometeu a resolver os problemas no bairro.

De acordo com Clodoaldo, a previsão é de que as manilhas para escoamento da água sejam interligadas.

O prefeito não definiu data para execução dos serviços, porém, conforme Clodoaldo, será em breve.

Devido aos estragos da chuva da última semana, moradores do Bairro Guanandi fecharam a Avenida Ernesto Geisel em protesto. Depois da manifestação, eles foram recebidos pelo prefeito.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions