A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/01/2012 09:38

CMO recebe comitiva de militares bolivianos para discutir cooperação-

Edmir Conceição

O CMO (Comando Militar do Oeste) sedia hoje e amanhã reunião bilateral entre militares brasileiros e bolivianos para discutir cooperação entre as Forças Armadas dos dois países. De acordo com nota distribuída pelo CMO, é a "IIReunião do Grupo de Trabalho Bilateral de Defesa entre o Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas do Brasil e as Forças Armadas do Estado Plurinacional da Bolívia".

Na pauta estão assuntos relativos à defesa, cooperação e desenvolvimento regionais, assentados nos princípios da igualdade, reciprocidade, interesse comum, respeito às respectivas legislações nacionais e respeito às obrigações Internacionais assumidas.

Segundo o CMO, Brasil e Bolívia buscam manter suas Forças Armadas em estado de cooperação desde 2002, quando foi realizada a I Reunião do Grupo de Trabalho Bilateral de Defesa (I GTBD), em Brasília. Em 2005, os governos dos dois países assinaram, em La Paz, o Acordo de Cooperação Mútua para Combater o Tráfego de Aeronaves Envolvidas com Atividades Ilícitas Transnacionais.

Em 2007, os governos do Brasil e da Bolívia assinaram, em Brasília, Acordo sobre Cooperação no Domínio da Defesa. Entre os objetivos estava o de promover ações conjuntas de treinamento, instrução e exercícios militares.

Em 2011, os Ministros de Defesa da Bolívia e do Brasil assinaram, em La Paz, o “Memorando de Cooperação Militar” onde foram acordados alguns entendimentos como: cooperar mutuamente em casos de desastres naturais, manter canais de cooperação e intercâmbio de informações nas unidades de fronteira, para o controle de atividades ilícitas, tráfico de armas e luta contra o narcotráfico, entre outros.

A delegação brasileira será chefiada pelo general-de-exército José Carlos De Nardi, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas. A delegação boliviana será chefiada pelo tenente-brigadeiro-do-ar Tito Roger Gandarillas Salazar, comandante-em-Chefe das Forças Armadas da Bolívia. A atividade contará também com a presença dos comandantes da Força Aérea, Exército e Marinha da Bolívia, além de representantes da Forças Armadas e do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions