A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

01/04/2009 17:27

CNJ apóia interrogatório de presos por videoconferência

Redação

O presidente do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, afirmou que a videoconferência "é mais um passo no sentido do uso da informática como forma de dar maior celeridade ao processo judicial, sobretudo no âmbito criminal". Ele participou de um interrogatório por meio do sistema, no Distrito Federal, que conta com apoio do Conselho na implantação do projeto, que está dentro do planejamento estratégico para o Judiciário brasileiro.

A idéia é expandir o procedimento para os demais Estados do Brasil. O interrogatório à distância foi o primeiro realizado no Brasil, desde a publicação da Lei 11.900, em janeiro de 2009, que alterou o Código de Processo Penal para permitir o uso do procedimento.

O ministro Gilmar Mendes enfatizou ainda a importância de serem informatizadas as Varas de Execução Criminal em todo o País, como forma de modernizar o Judiciário. "

Rodovias federais de MS tiveram 162 mortes e 390 feridos graves em 2017
As rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul registram 1.928 acidentes durante o ano passado, sendo que destes resultaram 390 vítimas feridas g...
Carreta da Justiça retorna atendimentos semana que vem em Ladário
O calendário de viagens da Carreta da Justiça, projeto do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), será retomado começa na próxima segunda-...
Número de acidentes e mortes em rodovias federais cai em 2017
A falta de atenção dos motoristas brasileiros foi a principal causa dos acidentes de trânsito ocorridos ao longo do ano passado, segundo a Polícia Ro...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions