A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

06/11/2018 17:15

Com síndrome rara, Antonella precisa de ajuda para se consultar em SP

Garota foi diagnosticada com Síndrome de Cloaca, que atinge uma a cada 50 mil crianças no mundo.

Anahi Gurgel
Antonella, entre os pais, aos 2 anos e 6 meses. Família organiza campanha para que ela possa fazer consulta em São Paulo. (Foto: Arquivo Pessoal)Antonella, entre os pais, aos 2 anos e 6 meses. Família organiza campanha para que ela possa fazer consulta em São Paulo. (Foto: Arquivo Pessoal)

Nascida em Campo Grande com uma síndrome rara, que atinge uma a cada 50 mil crianças no mundo, a pequena Antonella, de 2 anos e 6 meses, precisa de ajuda financeira para passar por uma consulta com especialistas em São Paulo. A avaliação está agendada para 17 de dezembro, quando os médicos poderão definir os próximos passos para que a bebê tenha mais saúde e qualidade de vida.

A mãe, Cibelle Santos Pinto, 24 anos, atualmente trabalha como diarista para incrementar a renda da família. Ela disse que aguarda, da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), informações sobre o encaminhamento de Antonella para atendimento no hospital da USP (Universidade de São Paulo).

“Será uma consulta para avaliar a situação de minha filha e definir se cabe uma nova cirurgia. Ela já passou por uma colostomia quando tinha 1 ano. Enquanto isso, estamos arrecadando recursos para custeio da viagem”, disse.

Conhecida como Síndrome de Cloaca, a patologia interliga os canais do ânus, vagina e uretra em uma via única.

Cibelle conta que a filha fez uma colostomia quando tinha cerca de 1 ano. “!Ela hoje tem colostomia de duas bocas. A primeira cirurgia resultou em um prolapso; perda da mobilidade. Ela se alimenta normalmente, com dieta rica em fibras, mas estamos usando o método da fraldinha, com algodão para a limpeza. Sempre com body, para ficar bem sustentadinha”, explica a mãe.

Cibelle e a família, inclusive o marido, que trabalha como barbeiro, estão organizando uma vaquinha virtual.

As contribuições podem ser feitas pelo link a seguir: vakinha.com.br/vaquinha/todos-pela-antonella-cibelle-santos-pinto.

No Instagram, o perfil pode ser acesso pelo @todospelaantonellarosa. 

Suporte- De acordo com a Sesau, a família de Antonella deu entrada no pedido para TFD (Tratamento Fora de Domicílio) com laudo solicitando inicialmente transporte rodoviário.

"Entretanto, a criança tem uma bolsa de colostomia, e a orientação dos médicos foi para que a família troque o laudo solicitando transporte aéreo. O agendamento no Hospital das Clínicas Instituto da Criança está marcado para 17/12/2018", informou, por meio da assessoria de imprensa.

A Sesau informou, ainda, que aguarda esse novo laudo para dar seguimento ao pedido, mas que o transporte rodoviário está garantido, caso o documento atualizado não seja apresentado.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions