A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

18/10/2010 08:20

Comper nega envolvimento em escândalo de Dourados

Redação

A rede de supermercados Comper e Fort Atacadista nega envolvimento com quadrilha que desviava dinheiro público para pagamento de propina em Dourados. A nota enviada á imprensa é resposta à reportagem publicada pelo jornal eletrônico Terra e reproduzida por veículos de Mato Grosso do Sul.

O grupo comercial usa o tom de repúdio para garantir que não possui e nem dispõe de carros fortes próprios, "sendo os valores coletados diretamente das suas lojas e encaminhados à rede bancária por empresa de Segurança e Transporte de Valores contratada, devidamente habilitada e autorizada pelos órgãos competentes".

Segundo o site Terra, tais veículos seriam usados pela construtora Financial, para transporte de R$ 200 mil distribuídos entre prefeito e vereadores de Dourados.

O financiamento do esquema de corrupção foi noticiado pelo Campo Grande News há mais de um mês, no dia 2 de setembro, com base na denúncia que foi apresentada pelo Ministério Público Estadual à Justiça.

A reportagem já detalhava o funcionamento da quadrilha, que pagava, segundo o MPE, R$ 97 mil para levar vantagem em contratos de prestação de serviços de coleta de lixo, que rendia 1,4 milhão ao mês para a Financial.

O Comper e Fort Atacadista asseguram que não têm relação com as ações da Financial e garante que "não mantém e jamais mantiveram ligação com a Prefeitura de Dourados, Prefeito, empreiteiras e demais envolvidos na operação citada na reportagem (site Terra) e não têm por habito participar de movimentos políticos, licitações, senão lastreada pelos princípios legais que norteiam a Constituição Federal e a lei de licitações"

A rede anuncia que "estará adotando todos os meios disponíveis e previstos em lei para resguardar seus direito e preservar a sua história, história construída com trabalho, dedicação e seriedade, história que todos os nossos clientes ajudam a construir diariamente".

Veja a nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em respeito aos nossos clientes e a população sulmatogrossense, a REDE DE SUPERMERCADOS COMPER e o FORT ATACADISTA, vêm a público esclarecer e externar o seu repúdio diante da matéria veiculada no site do TERRA local e nacional que circulou na internet no último dia 16 de outubro, pelo seu caráter irresponsável e desprovido de qualquer lógica ou veracidade.

Diante do texto que expressamente contempla conteúdo eivado de inverdades informamos que:

1º) A REDE DE SUPERMERCADOS COMPER e FORT ATACADISTA não possuem e nem dispõem de carros fortes próprios, sendo os valores coletados diretamente das suas lojas e encaminhados à rede bancária por empresa de Segurança e Transporte de Valores contratada, devidamente habilitada e autorizada pelos órgãos competentes.

2º) A REDE DE SUPERMERCADOS COMPER e o FORT ATACADISTA não mantém e jamais mantiveram ligação com a Prefeitura de Dourados, Prefeito, empreiteiras e demais envolvidos na operação citada na reportagem e não têm por habito participar de movimentos políticos, licitações, senão lastreada pelos princípios legais que norteiam a Constituição Federal e a lei de licitações.

3º) Nossas empresas atuam no ramo supermercadista há praticamente 40 anos,e prima pela ética nas relações comerciais e adota como regra fundamental a boa relação com todos os seguimentos de negócio, inclusive com a mídia local e nacional.

4º) A REDE DE SUPERMERCADOS COMPER e FORT ATACADISTA informam que estarão adotando todos os meios disponíveis e previstos em lei para resguardar seus direito e preservar a sua história, história construída com trabalho, dedicação e seriedade, história que todos os nossos clientes ajudam a construir diariamente.

5º) Por derradeiro, informamos que ao contrário do que diz a matéria, não fomos contatados por nenhum jornalista ou representante do site em questão, acerca desta noticia e antes de que a mesma fosse veiculada, procedimento que seria o mais adequado e responsável a ser seguido.

Campo Grande, 17 de outubro de 2010.

SUPERMERCADOS COMPER

FORT ATACADISTA

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions