A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

26/04/2011 22:22

Conselho quer fim de parecer de psicólogo no exame criminológico

Paulo Fernandes
Psicólogos não querem assumir papel de julgador (Foto: Wagner Guimarães)  Psicólogos não querem assumir papel de julgador (Foto: Wagner Guimarães)

O CRP/MS (Conselho Regional de Psicologia) quer o fim da exigência de parecer psicológico de um psicólogo para compor o exame criminológico, pedido pelo juiz de execução da pena para determinar se o preso tem condições de receber os benefícios aos quais têm direito, como progressão de regime, liberdade condicional, indulto e visita periódica ao lar.

“Por que esses exames criminológicos são pedidos para nós da psicologia? E como fica a relação ética profissional com o paciente, pois os psicólogos acabam assumindo um papel de julgador. O exame criminológico não atende aos princípios éticos e técnicos da profissão”, afirmou o presidente do CRP/MS, Carlos Afonso Marcondes Medeiros, em audiência pública nesta terça-feira, na Assembleia Legislativa.

“Entendemos que o exame criminológico não é prática psicológica e nem objeto de estudo da psicologia”, disse ao Portal ALMS Sandra Maria Amorim, do CFP (Conselho Federal de Psicologia). O parecer psicológico, juntamente com o relatório social e o exame psiquiátrico, compõe o exame criminológico.

De acordo com a presidente da Comissão de Psicologia Jurídica do CRP/MS, Mônica Leimgruber, até o fim deste mês será preparada uma resolução sobre a atuação do psicólogo no sistema prisional.



Olá, boa noite! quero deixar aq registrado o que eu penso sobre esse exame,tudo isso e para atrasar mais ainda a saida e a recuperação dos preso pois conheço uma pessoa que vive 11 anos preso 6 anos,trabalhando estudando com um historico de exelente comportamento na esperança de chegar o dia da sua progressão de regime,assim que chegou o dia esperado ai veio a bomba foi trasferido para um presidio de segurança maxima sendo tirado abrutamente do seu serviço que era pouco mais ajudava a familia e tambem a promotoria pediu esse exame que demora uma eternidade,realmente o sistema quer que bandido seja bandido para sempre,esse preso levou um banho de agua fria na sua convicção de ser um homen de bem espero que ele tenha paciencia e que deus o ajude pq nossa justiça é realmente cega.ta mais do que provado que essa pessoa quer viver em sociedade pq o presidio que ele ficou 6 anos e deficiente em materia de fuga se ele tivesse o interesse de fugir e cometer delitos ñ esperaria 6 anos ,no ultimo dia 01/04/2011 houve uma fuga nesse mesmo presidio ,mais quem paga o pato e quem ficou e acreditou no SISTEMA PRISIONAL DE VIANA média 2 tiveram que traferir alguem ..........
 
elis azevedo em 05/05/2011 09:51:08
Então senhoras e senhores psicologos,como os senhores (as) puderam dar pareceres as pessoas que passaram por uma valiação em um concurso publico?Tenho amigos que foram recusados em empregos por parecer de voces!Na hora que tem que avaliar bandidos ai ficam com xurumelas.Ailas conheço varias pessoas com esse curso que ja passou da hora de mudar de especilidade.União conjugal de varias pessoas vai de mal a pior.Filhos envolvidos com o consumo de dgrogas etc etc.A mioria so tem um cabidinho de emprego.
 
ana bergamo em 27/04/2011 07:11:00
Isto é complexo ,porque segundo estudei e li reportagem de um psiquiatra do Rio de Janeiro , desculpe mas esqueci seu nome , ele afirmava que faltava profissionais com qualificação específica para realizar este diagnóstico , e Código Penal como fica ? é um assunto que na minha modesta opinião deve ser tratado com muito zelo ,haja vista os inúmeros casos criminais que são de origem patológicas , conforme previsão legal existente .
 
paulo roberto marques pereira em 27/04/2011 02:07:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions