A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/01/2009 13:17

Consumidores esperam 33 horas na fila por liquidação

Redação

Consumidores da Capital enfrentam fila desde ontem para entrar primeiro nas lojas Magazine Luiza e comprar produtos com desconto de até 70%. A oferta faz parte da tradicional queima de estoque feita pela empresa no início do ano, em 400 lojas espalhadas pelo país. As portas do estabelecimento serão abertas amanhã às 5h.

Na rua 14 de julho, os consumidores estão esperando debaixo de sol. A estudante Pâmela Ajala, de 15 anos, reclama que o calor é a parte mais desconfortável da espera. "Não tem como desviar", afirma. Ela chegou ao local ontem por volta das 21h para guardar lugar para a mãe, e está lá desde então. Apesar da vaga já ter dono, ela afirma que vende o lugar que conseguiu com sacrifício caso alguém se interesse.

O estudante Dark de Souza, de 29 anos, está no local 'a trabalho'. Seu primo ofereceu R$ 50,00 para que ele guardasse vaga na fila hoje pela manhã.

Para cumprir a tarefa, além de passar protetor solar e usar boné, Dark colocou um cobertor na cabeça e buscou abrigo atrás de um colchão que está sendo usado para fazer sombra.

Sombra também improvisada foi a do vendedor George dos Santos Queiroz, de 31 anos, que conseguiu um pedaço de isopor para se proteger do sol. Ele está em frente à loja desde ontem às 23h, e não pode sair do local nem para comer. "O almoço minha mulher vai trazer", afirma.

Queiroz conta que foi ontem à loja para pesquisar os preços dos produtos que deseja. Agora a espera na fila é para entrar primeiro, e conseguir comprar mais barato o que viu. "Eles dão dez minutos para quem chegar primeiro escolher", explica.

Ele afirma que há três anos tem vontade de participar da queima de estoque, mas nunca pôde ficar na fila tanto tempo por conta do trabalho. "Das outras vezes não tive oportunidade".

Mas, como a liquidação desse ano coincidiu com suas férias, ele pretende ser um dos primeiros a entrar na loja e comprar a mobília para a sala e para a cozinha de casa.

O garçom Juliano Coronel, de 40 anos, pretende economizar pelo menos R$ 1.300,00 em sua compra. Ele diz que participou da liquidação no ano passado para mobiliar a casa, e que a espera na fila compensa com o desconto que se consegue nos produtos.

A doméstica Maria Neuza Ponces, de 52 anos, conta que participa da liquidação todos os anos e já tem pronta a lista com os 11 itens que irá comprar assim que a loja abrir as portas. Os produtos variam de cama a bicicleta e piscina, e ela conta que deixou de pagar uma conta para participar da promoção. "Vou comprar um monte de coisas", diz.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions