A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/04/2015 17:27

Contran regulamentará inspeção e governo manterá cobrança

Ricardo Campos Jr. e Lidiane Kober
Reinaldo Azambuja em coletiva de imprensa nesta quarta (Foto: Marcelo Calazans)Reinaldo Azambuja em coletiva de imprensa nesta quarta (Foto: Marcelo Calazans)

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) garantiu ao diretor-presidente do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS), Gerson Claro, que regulamentará portaria que autoriza a vistoria veicular. O anúncio foi feito em coletiva na tarde desta quarta-feira (29) pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que manterá a cobrança.

A taxa gerou polêmica e os deputados da oposição na Assembleia Legislativa chegaram a redigir um projeto suspendendo o valor por entender que o governo não tem competência para legislar sobre o tema, seguindo posicionamento do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

Esse órgão chegou a recomendar ao governo que suspendesse a vistoria. A bancada do PT entrou com ação na Justiça questionando a cobrança, mas a ação foi extinta. Os deputados estaduais decidiram esperar a decisão do governo antes de dar prosseguimento à apreciação do texto.

Já o deputado Marquinhos Trad (PMDB) pretende enviar ao Ministério Público ofício pedindo averiguação sobre o processo de escolha das empresas credenciadas para realizar vistoria veicular no Estado, dadas suspeitas de que os donos seriam ex-diretores do Detran e presidentes de sindicatos e associações.

Inspeção – A partir deste ano tornou-se obrigatória vistoria para renovação do licenciamento de veículos com mais de cinco anos de fabricação. O serviço pode ser feito no Detran ou em alguma das oficinas credenciadas.

São analisados itens de segurança, como bom funcionamento dos faróis, da parte elétrica, freios, estepes, extintores, macaco, entre outros. A vistoria feita quando a pessoa compra um carro e vai transferi-lo para seu nome já vale para o licenciamento, conforme a portaria do Detran. No dia 22 de abril o governo enviou à Assembleia um projeto para redução da taxa de vistoria em 20%.

Veículos vão continuar sendo obrigados a realizar vistoria (Foto: Arquivo)Veículos vão continuar sendo obrigados a realizar vistoria (Foto: Arquivo)


E o Povo vai continuar pagando a conta dessa Corja!! Vergonha um jeitinho de Roubar do povo.
 
Clebe PL em 30/04/2015 09:16:03
Em 2010 havia 908.027 veículos em MS. Hoje eles tem mais de 5 anos. Esses veículos vão ter um custo com com a taxa de vistoria de aproximadamente NOVENTA E CINCO MILHÕES DE REAIS.
O objetivo não era diminuir a carga tributária?
 
Leo em 30/04/2015 09:01:07
Acho que comemoramos cedo demais, é obvio que ia fazer de tudo pra não perder essa arrecadação abusiva, já esta mais que provado que essa taxa é apenas pra encher os bolsos dos governantes, uma vistoria ineficaz, enquanto nas ruas observamos muuuitos carros sem condições de uso e que rodam numa boa por aí, esse nunca irão no Detran fazer vistoria, cade as blits? só fazem de vez em quando em 01 ou 02 pontos. Mais uma vez estamos sendo roubados na cara dura.
 
Adauto em 30/04/2015 08:42:39
A fome e a ganância insaciável em surrupiar dinheiro do povo, venceu novamente. É isto que nossos Políticos sabem fazer. São escolados nesta arte. e os eleitores que acreditaram nesta cambada. Eu heim!!!!!!!!
 
revoltado em 29/04/2015 22:35:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions