A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/11/2014 11:23

Correios paralisam por 24h e podem entrar em greve por tempo indeterminado

Filipe Prado e Michel Faustino
Cerca de 300 servidores dos Correios aderiram à paralisação (Foto: Michel Faustino)Cerca de 300 servidores dos Correios aderiram à paralisação (Foto: Michel Faustino)

O Sintect (Sindicato dos Correios, Telégrafos e Similares de Mato Grosso do Sul) decidiram paralisar por 24 horas os serviços nacionais para reivindicar o não pagamento do PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de três anos, incluindo 2013.

De acordo com a secretaria geral do sindicato, Elaine Regina, a categoria está “reivindicando a participação nos lucros da empresa, que até agora não foram pagos”. Os valores do PLR deveriam ser depositados entre maio e abril.

A falta de equipamento de segurança também se tornou reclamação dos carteiros. “Falta equipamento para os carteiros que utilizam motos”. O déficit de funcionários também foi discutido pela categoria. “Saíram 70 carteiros aposentados e não repuseram”, afirmou a secretaria.

Cerca de 300 servidores dos Correios participam da paralisação, que acontece em mais 12 cidades de Mato Grosso do Sul, entre elas Dourados, Caarapó, Aquidauana, Itaporã, Itaquiraí, Fátima do Sul, Ponta Porã, Nova Andradina e Ivinhema.

Uma nova assembleia será realizada amanhã, conforme Elaine, e a categoria poderá deflagrar uma nova greve ser tempo determinado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions