ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  29    CAMPO GRANDE 14º

Cidades

Corumbá confirma dois casos de leishmaniose em crianças

Por Redação | 08/07/2009 16:34

Em Corumbá, duas crianças estão sendo submetidas ao tratamento contra leishmaniose. A conformação dos casos foi feita ontem e, segundo a gerente de vigilância em saúde, Viviane Ametlla, não há motivo para alarme, pois a doença ocorre regularmente no município.

"As crianças estão reagindo bem aos tratamentos porque a doença foi detectada ainda em fase inicial", comentou Viviane em entrevista ao site Diário Online.

Segundo a gerente, os casos se referem a dois tipos diferentes de leishmaniose, tegumentar e visceral, sendo que este primeiro o correu em uma criança vinda da Bolívia.

Combate - Em uma ação para combater a doença, amanhã será iniciada a borrifação de veneno contra o mosquito-palha no bairro Cristo Redentor, onde os dois casos foram localizados. "Durante à noite, procederemos com a captura de cães vadios", explicou.

Ametlla explica que o mosquito transmissor da leishmaniose se reproduz em matéria orgânica. Ela atenta para a necessidade da população sempre manter quintais e terrenos limpos.

"Não adianta realizarmos borrifações e demais ações, se o morador não entender que precisa evitar o acúmulo de lixo", frisa, pedindo que as pessoas facilitem a entrada das equipes da Vigilância Sanitária nas casas.