A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

31/01/2008 10:06

Corumbá restringe vacinação contra febre amarela

Redação

Desde o começo da semana, o posto central da Vigilância Sanitária Corumbá tem restringido a vacinação contra febre amarela, com a distribuição de 60 senhas por dia (30 pela manhã e 30 à tarde).

"Sem controle, não haveria doses suficientes para as pessoas que efetivamente precisam tomar vacina", justificou ao Diário Corumbaense o técnico em enfermagem Wangley Campos, encarregado do setor de imunização da Secretaria Executiva de Saúde.

A Vigilância Sanitária de Corumbá recebeu 3 mil doses na quinta-feira (24); restam 1.000 doses no estoque do posto central da Ladeira Cunha e Cruz, responsável pelo abastecimento dos outros sete postos do município.

Em um mês, o Núcleo de Vigilância Sanitária da Secretaria Executiva de Saúde já vacinou 21 mil pessoas contra a febre amarela, desde que se iniciou a corrida aos oito postos de Corumbá. Nesta quinta-feira são esperadas mais 3 mil doses de vacinas, segundo informações do Governo do Estado.

A restrição vai ao encontro de orientação da Secretaria de Estado de Saúde para que os municípios restrinjam a vacinação para evitar que pessoas que tenham sido vacinadas nos últimos dez anos tomem nova dose desnecessariamente.

A triagem em Corumbá continua sendo rigorosa. Estão sendo vacinadas apenas as crianças em idade de vacinação (a partir dos 9 meses) e viajantes que estão com o certificado fora do prazo, ou seja, deixaram de vacinar após ter completado os 10 anos de validade da vacina contra a febre amarela.

Os agentes de saúde estão atentos para impedir a aplicação de vacina em pessoas que ainda sob o efeito da imunização, para evitar seqüelas. O cuidado para a não repetição da vacina em pessoas imunizadas também acontece em Campo Grande.

Campo Grande - Os funcionários pedem a carteirinha de vacinação para verificar a necessidade da dosagem. Só deve ser novamente imunizados, quem não tomou a vacina há mais de 10 anos. Somente em janeiro, foram 144 mil pessoas vacinadas.

Mas o fluxo nos postos de saúde tem caído. A média diária de vacinação que era de 9 a 10 mil pessoas por dia no começo do ano, hoje é de aproximadamente 10 mil pessoas.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions