A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/09/2008 14:40

Crise boliviana causa morte em departamento de fronteira

Redação

Confronto entre grupos de oposição e camponeses que o apóiam o presidente Evo Morales causou uma morte hoje em Porvenir, no departamento de Pando, na fronteira entre a Bolívia e o Brasil.

O governo boliviano confirma apenas uma morte, mas o governo de Pando, que faz oposição à Morales, diz que houve duas vítimas fatais, e o jornal La Razón afirma que foram quatro mortes.

Em Tarija, confrontos deixaram ao menos 70 feridos ontem. Entre as vítimas estariam os dirigentes dos grupos contra e a favor de Morales, o camponês Luis Alfaro e o oposicionista Patricia Galarza. Os grupos se enfrentaram com paus e pedras, incendiaram um ônibus e invadiram imóveis.

Os protestos de grupos contrários ao governo federal têm se intensificado. Os grupos de oposição querem autonomia para os departamentos e exigem que governo devolva aos departamentos a renda oriunda da exploração petróleo, que desde janeiro vai para um programa nacional de assistência aos idosos.

Ontem o presidente Evo Morales, declarou que o embaixador americano em La Paz é "persona non grata" ao país por incentivar as iniciativas separatistas do grupos contrários ao governo boliviano.

Em Santa Cruz, sindicatos campesinos pró-Morales realizaram um cerco ao departamento e bloquearam os principais acessos para região.

Com informações do La Razón e do UOL

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions