A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/08/2014 09:53

CRM alerta que paciente pode até morrer enquanto espera cirurgia

Aline dos Santos
Santa Casa suspendeu  novos atendimentos no setor de ortopedia. (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)Santa Casa suspendeu novos atendimentos no setor de ortopedia. (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)

O CRM/MS (Conselho Regional de Medicina) divulgou alerta à população sobre o caos no setor de ortopedia da Santa Casa de Campo Grande. O órgão alerta para o risco de sequelas e até morte de pacientes enquanto aguardam por cirurgia no hospital.

De acordo com a nota, assinada pelo presidente do conselho, Alberto Cubel Brull Júnior, a situação caótica já foi denunciada diversas vezes aos gestores e Ministério Público. Nesta semana, diante da superlotação do setor, o hospital suspendeu novos atendimentos.

“O poder público não toma as devidas providências, faltam vagas nas salas de emergência, com permanência de pacientes graves porque não se tem lugares adequados para alojá-los, havendo dificuldade até mesmo de locomoção das equipes de socorro dentro das mesmas, devido à superlotação. O centro cirúrgico não consegue acompanhar a demanda e a fila de pacientes graves, que precisam de cirurgia imediatas é cada vez maior, podendo causar sequelas e até mesmo o óbito de pacientes”, denuncia o CRM.

Segundo a entidade, os profissionais também são vítimas da situação. Conforme a nota, as condições de trabalho médico e da equipe de saúde estão cada vez mais precárias. “Portanto, o CRM/MS vem alertar à população que esta obrigação é dos gestores da saúde pública”.

Conforme a nota, dar condições de trabalho é o mínimo que os gestores podem e devem fazer. Na tarde de ontem, o hospital informou que não tinha condições técnicas de atender nenhum paciente da traumas ortopédicos. A situação permanecerá até que os casos urgentes sejam solucionados. O atendimento foi suspenso na noite de terça-feira, dia 12.



As eleições estão próximas. Que o eleitor não se esqueça de como é tratada a questão da saúde em nosso estado. Aí está a forma.
 
MARCOS CAETANO DA SILVA em 15/08/2014 11:15:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions