A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/01/2011 11:16

Cruz Vermelha, tem carretas mas precisa de voluntários para enviar doações ao Rio

Aline Queiroz

Entidade precisa de pessoas para catalogar e separar alimentos e roupas

A Cruz Vermelha conseguiu duas carretas para transportar as doações de sul-mato-grossenses aos sobreviventes da tragédia causada pela chuva da última semana no Rio de Janeiro.

A entidade tem pontos de entrega espalhados pela cidade e precisa de voluntários para separar alimentos e roupas que já foram entregues.

Segundo a presidente da Cruz Vermelha em Mato Grosso do Sul, Irene Corrêia da Silva, assim que as doações atingirem volume suficiente para preencher uma carreta, serão enviados ao Rio de Janeiro.

As carretas são da rede de açougue Big Beef. As lojas da rede também são pontos de coleta de doações.

A Cruz Vermelha também montou uma tenda em frente à Caru Suarez Presentes, localizada na Rua Euclides da Cunha, 350.

No local há dois galpões onde serão guardados alimentos e roupas doados.

Os interessados em ajudar podem ir à loja Caru Suarez ou ligar para 3388 0056.

Segundo matéria do Jornal O Globo, o número de mortes provocadas pela tempestade que devastou a região Serrana do Rio chegou a 641 nesta segunda-feira, sexto dia de buscas às vítimas.

Os dados foram divulgados pela Polícia Civil. Em Teresópolis, são 271 vítimas; em Nova Friburgo, 292; e em Petrópolis, 55. Em Sumidouro, o número de óbitos ficou em 19, e em São José do Vale do Rio Preto, quatro.

A campanha “Um Só Coração” também recebe doações para as vítimas das chuvas no Rio de Janeiro.

Veja a lista com os pontos de coleta

• IGREJA SARA NOSSA TERRA – rua Eduardo Machado Metello, Chácara Cachoeira. Fone: (67) 3318-0000

• O BOTICÁRIO (todas as lojas)

• REDE SÃO BENTO

Filial 01 - Rua 14 de Julho, nº 1.622 – Centro - Fone: 67 3314-2150.

Filial 03 - Av. Afonso Pena. Fone (67) 3314-2154.

Filial 04 - Rua Calógeras, nº 2.055 – Centro - Fone: 3314-2156.

Filial 05 - Rua Rui Barbosa, nº 2.577 – Centro - Fone 3314-2158.

Filial 09 - Rua Bahia, 972- Centro - Fone 3314-2168.

Filial 13 - Rua 14 de Julho, 1.910 – Centro - Fone: 3314-2178.

Filial 16 - Rua 14 de Julho, 2.320 – Centro - Fone: 3314-2190.

• ÚNICA Lavanderia - Rua Euclides da Cunha, 208 – Fone: 3027-1234.

•GRUPO NOVA ESPERANÇA – Av. Ernesto Geisel, 5599.

•SIMPLES STUDIO DE CRIAÇÃO – Rua Rio Grande do Sul, 1768 - Fone: 3043-7179.

•IGREJA BATISTA PENTECOSTAL – Casa de Oração – Rua Nicolas Viticon, 08 – Lar do Trabalhador.

•1ª BATISTA – Rua 13 de maio, 2647 – Centro – Fone: 3041-4444.

•PANIFICADORA PÃO BENTO - Rua Cel. Manoel Cecílio, 63 - Jd. São Bento – fone: 3384 – 5489.

•CENTRAL EMBALAGENS – Rua Costa e Silva, 96 Fone: 3028-8999.

IFMS oferece 200 vagas para cursos técnicos e inscrições findam em janeiro
Interessados em realizar cursos técnicos podem participar de seleção no IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). São oferecidas 200 vagas na m...
Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...


mas onde fica a cruz vermelha?? ~ela inda existe em mato grosso do sul???deveriam divulgar o endereço para que os interessados em serviços voluntários pudessem manifestar seu interesse. o prédio antigo na av. afonso pena foi tomado por ação judicial, ocorreram uma serie de problemas ha alguns anos atrás. mas como ingressar como voluntário, quais os requisitos, etc.
 
otavio mello em 17/01/2011 06:38:29
Diante de tal catástrofe, fico pensando,... enquanto há pedidos para que as pessoas, possam fazer doações de comida, água, roupas,... será que os políticos, (no geral) não poderiam doar pelo menos 1 (um) mês de seus ricos salários, para ajudar essas pessoas?
Afinal se para eles apenas R$ 540,00 de salário mínimo é o suficiente para o trabalhador sobreviver, então ganhar praticamente 30 mil reais é muito mais que uma pessoa que não trabalha precisa para se manter. Isso seria o mínimo que poderiam fazer,... apenas um mês de seus salários, dai veriam que o país precisa muito mais do que eles.
 
Ed B. Dourado em 17/01/2011 02:01:16
Boa tarde,

Faço parte do projeto social (Sorrindo Pela Vida) que ajuda famílias carentes em Campo Grande, e estamos também mobilizando uma campanha entre nossos amigos e parceiros para recolher os donativos para as vítimas das enchentes do RJ.
Quem estiver na região, pode deixar os donativos no nosso ponto de entrega: Rua Brilhante, 1587, Bairro Amambaí, estamos também indo até as pessoas que não têm condições de levar as doações.
Telefones para contato: 9955-2740 (Jefferson Pasa), ou 9111-9791 (Elivânia).

Orkut: SORRINDO PELA VIDA.
 
Elivânia Pereira Benites da Silva em 17/01/2011 01:43:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions