ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  12    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

Delegacia de Proteção à Criança diz que não esconde nada

Por Redação | 11/05/2010 17:30

A delegada titular da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Regina Márcia Rodrigues de Brito Mota, afirmou nesta noite que nunca negou informações ao MPE (Ministério Público Estadual).

Ela considera estranha a decisão do promotor de Justiça Paulo Henrique Camargo Iunes, que instaurou um Procedimento de Investigação Preliminar para verificar a eficiência da delegacia.

"A delegacia nunca negou dados. Ela é fonte de pesquisa para acadêmicos, Poder Judiciário e Ministério Público. O relacionamento sempre foi muito amigável e próximo e o número de inquéritos é sempre divulgado. Não compreendi a atitude do promotor", afirmou.

Regina diz que não tomou conhecimento dos pedidos de informação da 46ª Promotoria, feitos no ano passado, mas que o MPE poderia obter as informações com um telefonema. "Estou surpresa com o Ministério Público. Eles poderiam conseguir essas informações até mesmo com um telefonema para mim", afirmou.

O MPE diz que instaurou o Procedimento de Investigação Preliminar para saber a quantidade de inquéritos policiais e de boletins de ocorrência existentes na delegacia e investigar a suposta omissão da delegacia em fornecer os dados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário