A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/05/2014 14:40

Delegado, mulher e filho viram réus por extorsão e lavagem de dinheiro

Lidiane Kober
Delegado é acusado de receber recursos para não prender bandidos (Foto: Reprodução/Jornal da Nova)Delegado é acusado de receber recursos para não prender bandidos (Foto: Reprodução/Jornal da Nova)

O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou e a Justiça abriu processo para julgar o delegado de Sete Quedas, Rinaldo Gomes Moreira, sua mulher e seu filho por extorsão e lavagem de dinheiro. Ele é acusado de conceder regalias a presos e até de receber recursos para não prender bandidos.

Por meio da assessoria de imprensa, o MPE informou que a Justiça recebeu a denúncia no dia 28 de março. A acusação indica participação da mulher e do filho do delegado nos crimes, mas a assessoria não detalhou o envolvimento deles no caso.

Moreira, que também atuava em Paranhos e Tacuru, chegou a ser preso, mas responderá o processo em liberdade. Atualmente, de acordo com o MPE, ele está afastado do cargo por problemas de saúde.

Na lista de denúncias contra o delegado figura o recebimento de R$ 5 mil para não prender um bandido atuante em Sete Quedas. Para comprovar o crime, os investigadores apresentaram depósito do valor na conta bancária do suspeito.

Também pesa contra Moreira acusação de receber propina em troca de regalias a envolvidos em crimes. O policial teria cobrado R$ 20 mil para deixar um detento dormir em sala com internet e celular na delegacia onde é titular.

Segundo o promotor do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), Marcos Alex Vera, o delegado também teria pedido R$ 8 mil para liberar um veículo apreendido com um motorista sem carteira de habilitação.

O delegado já foi lotado em Dourados e Nova Andradina. Ele assumiu a titularidade de Sete Quedas em dezembro de 2012 e, inclusive, foi homenageado por cumprir diversos mandados de prisão e mutirões para concluir inquéritos policiais.

Delegado é preso após receber R$ 5 mil para não prender bandido
Delegado titular em Sete Quedas, mas que também atuava em Paranhos e Tacuru, a 427 quilômetros de Campo Grande, Rinaldo Gomes Moreira foi preso pela ...
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...


estamos reféns de criminosos, seja na politica, na policia, de todos os lados.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 13/05/2014 17:54:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions