A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/06/2008 08:11

Delegado tentou pagar fazenda em MS com esmeraldas

Redação

O diretor do Denarc (Departamento de Narcóticos) de São Paulo, Everardo Tanganelli Júnior, de 56 anos, ofereceu esmeraldas para pagar parte da dívida pela compra de uma fazenda de 2.401 hectares em Mato Grosso do Sul. A informação surgiu a partir de investigações de enriquecimento ilícito contra o delegado que tem cinco fazendas em Camapuã.

Ele teria oferecido R$ 500 mil para quitar os débitos. O juiz de Presidente Epitácio impediu o negócio e determinou.

Com salário de R$ 8 mil, o patrimônio do diretor chega a R$ 4,5 milhões, aponta o Ministério Público Estadual paulista.

Segundo reportagem do jornal Folha de São Paulo desta sexta-feira, a suspeita é de lavagem de dinheiro obtido com a prática de crimes com a compra de altos valores em pedras preciosas, principalmente esmeraldas, sem declaração à Receita Federal.

O trabalho envolve o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público de São Paulo) e a Polícia Federal.

O comerciante Edson Rodrigues dos Santos chegou a afirmar em depoimento que seus principais clientes são policiais civis de São Paulo, entre eles, o delegado Tanganelli que teria comprado até R$ 2 milhões. em pedras.

Também existe suspeita de extração ilegal de garimpos clandestinos nas regiões Centro-Oeste e Norte do País.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions