A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/03/2008 13:42

Depoimento de Ivanete fortalece denúncia, diz MPE

Redação

O depoimento que a ex-servidora Ivanete Leite Martins deu hoje à justiça confirmou tudo o que acusação apurou em relação à existência de um esquema de desvio de dinheiro para a formação de caixa 2 durante os dois mandatos do PT em Mato Grosso do Sul, segundo o promotor Marcos Sottoriva, que integra a força-tarefa criada pelo MPE (Ministério Público Estadual) para investigar as denúncias. A audiência começou por volta das 9h30 e só terminou pouco antes do meio-dia.

Ivanete chegou para depor escoltada por policiais federais, que se deve ao fato de ela ter sido incluída no Programa de Proteção à Testemunha. A ex-servidora fez acordo de delação premiada, ou seja, prometeu contar tudo o que sabe, em troca de uma redução de pena, que pode chegar até ao perdão, segundo o promotor.

As denúncias surgiram no ano passado, quando Ivanete, que era uma espécie de cordenadora de despesas na Secretaria de Governo, deu uma entrevista gravada em DVD, ao jornal Diário do Pantanal, afirmando que havia um esquema de compra de notas frias por parte do governo, para oficializar despesas para as quais não haviam justificativa. A suspeita era de um desvio de R$ 30 milhões em dinheiro para publicidade.

Um grupo de cinco promotores foi destacado para conduzir as investigações e as primeiras ações foram apresentadas em outubro do ano passado. Elas apontam que o ex-governador Zeca do PT chefiava o esquema de desvio de verbas, com a ajuda do ex-secretário Raufi Marques e de outros detentores de cargos de confiança. Ao todo, as ações envolvem mais de uma centena de réus, entre os citados estão ex-servidores, empresários do ramo da publicidade e profissionais da comunicação.

A ação em que Ivanete foi ouvida esta manhã é a que está mais avançada e é a primeira em que já houve depoimento. Para o promotor, o fato de ela ter confirmado em juízo todas as denúncias facilita o trabalho da acusação, porque comprova que as apurações estão no caminho certo.

ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions