A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/07/2010 14:55

Depois de 1 ano, caso Owari continua e sem presos

Redação

Passado um ano da Operação Owari, que desmantelou esquema de fraudes em licitações no setor da saúde de Dourados, os resultados ainda podem demorar a surgir, por conta da complexidade das ações criminosas praticadas, o que pode prolongar a investigação.

Em 7 de julho de 2009, a Polícia Federal prendeu mais de 60 pessoas dentro da operação Owari (ponto final, em japonês), mas todos já foram liberados.

Nesta sexta-feira, a promotora do MPE (Ministério Público Estadual) Claudia Loureiro Ocáriz Almirão, um das responsáveis pela investigação divulgou relatório com os resultados parciais do que já foi analisado. Das 60 pessoas indiciados, todos estão respondendo ao processo em liberdade, incluindo Sizuo Uemura, membro da família que controlava o Hospital Santa Rosa, em Dourados.

Na avaliação da promotora, a Owari foi positiva até o momento. "Por conta da dimensão da operação e das pessoas indiciadas, a operação foi bem sucedida. Com a operação, foi possível demonstrar que ninguém fica acima da lei", declara Claudia.

A promotora complementa dizendo que o esquema de fraude que funcionava dentro da prefeitura de Dourados era desenvolvido como cartas marcadas, que beneficiavam apenas empresas de conhecidos dos indiciados.

Complexidade

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions