A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

23/07/2017 08:15

Depois de chamar amigo de "noiado", rapaz sofre tentativa de homicídio

Osvaldo Júnior

Discussão em um bar entre dois amigos terminou em tentativa de homicídio na noite deste sábado na Vila Albuquerque, em Campo Grande. Henrique Batista da Silva Lima, 26, tentou matar Jonas Cardoso da Silva, 29, com dois disparos de pistola, mas não conseguiu atingi-lo. Conforme boletim de ocorrência, o autor teria atirado em Jonas, porque ele o teria chamado de “noiado”.

Diego informou, conforme consta no boletim de ocorrência, que ele e Jonas são amigos desde a adolescência e são usuários de drogas. Na noite deste sábado, estavam em um bar bebendo cerveja. Os dois começaram uma discussão “banal” (segundo o boletim) e Jonas chamou Diego de “noiado”. Além disso, desferiu um golpe na cabeça dele com capacete.

 

Depois disso, Diego foi à sua casa buscar uma arma – uma pistola, calibre .32, comprada, de acordo com ele, por R$ 4 mil. Nesse intervalo, Jonas foi embora. O autor dirigiu-se, então, à casa da vítima, chamou por ela, e quando atendido, efetuou os disparos. Não atingiu o primeiro e, antes do segundo, Jonas conseguiu fugir. Diego disse que parou de atirar para não atingir outras pessoas.

Policiais militares foram chamados e, depois de ronda na região, conseguiram localizar e prender o autor. Ele responde por tentativa de homicídio. Na delegacia, conforme o boletim de ocorrência, o autor “estava alucinado”, e disse que “assim que deixar a cadeia, vai concluir sua intenção de matar a vitima”. A afirmação pode ter sido, de acordo com a polícia, decorrente do efeito do uso de entorpecente.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions