A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

06/02/2009 07:18

Detran reduzirá taxa de estacionamento e de guincho

Redação

O diretor-presidente do Detran/MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Carlos Henrique dos Santos Pereira, anunciou esta manhã que vai reduzir as taxas de diárias de estacionamento e de guincho para quem tiver seu veículo apreendido.

"Parece que o Detran vive de vender vaga de estacionamento. Estamos analisando, o governador André Puccinelli já deu sinal verde para que se diminua o preço do estacionamento", declarou, ressaltando que o órgão também deve se organizar para facilitar o pagamento para o resgate de veículos que já estejam no pátio do Detran há muito tempo.

Hoje, o Departamento de Trânsito cobra diariamente R$ 3,55 para motos e R$ 14,15 por carro estacionado no pátio. Mesmo anunciando que haverá redução neste valor, Santos Pereira não revelou o percentual.

"O estacionamento hoje é punitivo, mas não deveria ser. São brigas diárias que temos com nossos usuários, e no meu entender de consumidor eles têm razão", comentou, em entrevista ao programa Tribuna Livre.

Ele anunciou ainda que o valor dos guinchos, hoje efetuados pela Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), também deverá cair. Mas também não citou números.

No final do ano passado, a Assembléia Legislativa aprovou algumas reduções nas taxas, como a de inscrição de gravame e emplacamento de motocicletas de até 150 CC, que passou de 8,33 Uferms (116,37) para 5 (69,85).

A cobrança pelo serviço de guincho para remoção de veículos na distância de até 30 quilômetros também teve redução de 14,2% para carros leves, de R$ 48,80, passou para R$ 41,91, e médios, de R$ 97,74 para R$ 83,82. Os veículos pesados tiveram redução de 10%, de R$ 279,40 para R$ 251,40.

Em fevereiro de 2008, os valores já haviam sido corrigidos com leve queda em relação a 2007, com mudança nos quilômetros adicionais. Antes, para cada quilômetro adicional, a empresa recebia do dono do veículo 1,33 Uferm no caso das motos. Esse valor caiu a 0,77 Uferm por km adicional. Para os demais veículos, desceu de 3,50 Uferms para 0,14. Memso assim, o Detran ainda é críticado pelos altos valores, em comparação ao restante do País

Leilão - O Detran de Mato Grosso do Sul também vai vender todos os carros que estão no pátio há mais de 90 dias, conforme anunciou o diretor do órgão.

"Vamos vender todos, aquelas carcaças, aquilo é uma vergonha, só serve para ser roubado, ficar apodrecendo, juntar água e criar dengue.

Vamos acabar com esse passivo vergonhoso que o Detran juntou todos estes anos, e isso acontecerá ainda neste semestre", revelou.

Segundo ele, motos e carros foram todos etiquetados e chipados, identificação necessária para o processo de venda.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions