A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/07/2008 09:21

Dia deve ser decisivo sobre greve nacional dos Correios

Redação

Os funcionários dos Correios devem formalizar hoje, até as 18h, a contraproposta apresentada informalmente ontem ao presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Rider Brito, segundo o secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos (Fentect), Manoel Cantoara.

Em Mato Grosso do Sul e outros dois estados a categoria não aderiu ao movimento grevista, mas o reflexo chegou aqui com redução em 15% do envio de correspondência e objetos, que ficam parados em outras regiões.

A categoria reivindica o pagamento de abono emergencial de 30% sobre o salário-base, de julho a setembro, para os carteiros. Além disso, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) se comprometeria a pagar a partir de outubro o piso salarial de R$ 260 e a descontar apenas metade dos dias parados.

De acordo com ele, a proposta formal da ECT tem pontos que não atendem às reivindicações dos carteiros, em greve há 18 dias. O ofício com a proposta da empresa foi assinado pelo chefe do Departamento Jurídico,Wellington Dias da Silva.

Segundo o representante dos carteiros, as divergências são relacionadas à discussão do plano de cargos, carreiras e salários de 2008 com a mediação do TST e ao pagamento de metade dos dias trabalhados."Nós compensaríamos os dias parados, com um mutirão entregando as correspondências atrasadas o que seria bom para sociedade

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions