A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/08/2013 13:47

Divulgadores da Telexfree ameaçam fechar rodovia para protestar na Capital

Jéssica Benitez
Manifestantes se reúnem próximo a pontilhão. (Foto: Cleber Gellio)Manifestantes se reúnem próximo a pontilhão. (Foto: Cleber Gellio)

Cerca de 30 divulgadores da empresa Telexfree estão reunidos perto do pontilhão na saída para Três Lagoas, em Campo Grande, com o intuito de bloquear o trânsito naquela região em protesto à paralisação do serviço determinado pelo Judiciário do Acre desde o dia 18 de junho. Segundo Macksom Viana, a movimentação será feita simultaneamente em todo o Brasil, eles aguardam a junção de, pelo menos, 350 pessoas para bloquear o trânsito.

Para eles a concepção de pirâmide, como a Justiça classificou a Telexfree, é pejorativa e tem prejudicado a imagem do serviço. “A forma que as pessoas falam é errada. Na Espanha, Estados Unidos e França esse trabalho representa 25% do PIB (Produto Interno Bruto)”, disse. Para dar mais sustentação ao ofício de divulgador, eles fundaram ontem a Associação Sul-mato-grossense de Marketing Multinível.

O presidente é o divulgador José Maia que, nestes 47 dias com serviço parado, estima perda de R$ 300 a R$ 400 mil. “Mas estamos aqui não por nós que já ganhamos, mas sim por quem fez investimento e não teve respaldo por conta da paralisação”, contou Maia. Eles ressaltam também que a decisão judicial só poderia ter validade dentro do Acre, pois foi determinada via MPE (Ministério Público Estadual).

Sem revelar nomes, os divulgadores garantiram que um senador sul-mato-grossense, dois deputados federais e dois vereadores de Campo Grande estão apoiado o grupo. “Mas não podemos dizer quem são porque queremos ver se há realmente interesse em nos ajudar ou estão querendo angariar votos”, concluiu.



Parabéns ao site campograndenews e principalmente pela repórter Jéssica Benitez que ouviu alguns divulgadores e com imparcialidade notificou o caso publicando a (matéria)
 
EZEQUIEL DOS SANTOS em 05/08/2013 22:54:06
Aceitam que perderam,que dói menos kkkkkkkkkkk
 
Fernando Barros em 05/08/2013 19:47:12
Tenho amigos que caíram nessa roubada. Dinheiro fácil não existe. Fique esperto.
 
JOSE ALFREDO DE MELO em 05/08/2013 17:01:35
Nossa! 25%? O agronegócio representa mais de 22% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro...realmente é um milagre! Somente falta apresentar de onde tiraram esses dados...
 
Filipe Alberto em 05/08/2013 15:51:10
Isso é uma reivindicação particular...

Não acho que essas pessoas tenham o direito de bloquear vias públicas e prejudicar a comunidade. Os maiores prejudicados, os trabalhadores, pais e mães de família nem saberão porque ficarão parados na rua enquanto poderiam estar em casa...


Acho isso abuso dessas pessoas. A polícia tem que intervir
 
Fabiano Pontes em 05/08/2013 14:56:34
TODO MUNDO SABIA QUE ISSO É UM RISCO QUE VOCE CORRE GANHAR DINHEIRO FACIL AGORA NAO ADIANTA RECLAMAR
 
CLAUDINEI BRAZ DE LIMA em 05/08/2013 14:30:35
E o que a população que "não caiu nesse engodo" tem a ver com isso? vamos ficar sem o direito de ir e vir? A decisão foi da justiça!È simples resolver essa ameaça de bloqueio: PRF e Agetran, preparar os blocos de multas e ir para o local indicado para a manifestação!
 
MARCELLO MENDES em 05/08/2013 14:01:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions