A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

18/07/2009 08:22

Doadores voltam ao Hemosul, mas estoque ainda é baixo

Redação

Doadores reagiram ao apelo feito ontem pelo Hemosul e neste sábado o movimento foi grande no banco de sangue, mas ainda assim o estoque é muito baixo e pode comprometer cirurgias eletivas, segundo o coordenador da Hemorede, Osnei Okumoto.

Segundo ele, o ideal é ter estoque de 600 a 700 bolsas, uma vez que o banco de sangue atende hospitais da Capital e mais 25 cidades. Com a melhora na quantidade de doadores a previsão é fechar este sábado com 200.

Isso porque as férias e o inverno fizeram os doadores "desaparecer", conta o coordenador. Segundo ele, a atual situação do banco é a pior dos últimos 10 anos. Até o tipo mais comum de sangue, que é o A positivo, está em falta. Ontem havia apenas cinco bolsas dessa tipagem.

Com o estoque muito baixo e falta de praticamente todos os tipos sanguíneos, o Hemosul fez ontem um apelo e neste sábado, sensibilizados, muitos doadores compareceram.

Bruna da Silva Martins, de 24 anos, disse que sempre teve vontade de doar, mas não o fazia porque não tinha o peso mínimo, de 50 quilos. Agora que ganhou mais peso resolveu fazer a sua parte. Rodrigo Soares, de 31 anos, disse que se sensibilizou com a campanha, por isso foi ao Hemosul neste sábado.

Para doar sangue é preciso ter entre 18 e 65 anos, levar um documento com foto, pesar no mínimo 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas e estar bem alimentado.

O Hemosul fica na Avenida Fernando Correa da Costa, 1.304, cento de Campo Grande. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira das 7 horas as 17h30 e aos sábados a partir das 7 horas até 12h30.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions