A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

28/08/2009 13:40

Dono da Casting envolveu empresa do RJ em golpe

Redação

A agência de modelos e atores Elenco 5, do Rio de Janeiro, procurou hoje o Campo Grande News para denunciar empresário e negar qualquer parceria com a Casting Models, de Campo Grande. O nome da empresa foi envolvido em investigação depois que o proprietário da Casting, Edson Ravaglia, de 47 anos, foi preso por estelionato, após denúncias de que estaria fazendo seleção de crianças e adolescentes para atuarem na novela Malhação, da Rede Globo.

Procurado pela reportagem, Ravaglia alegou que a seleção fazia parte de um trabalho feito em parceria com uma agência de SP, e com a Elenco 5, no Rio de Janeiro, que seriam terceirizadas da Rede Globo.

Entretanto, a proprietária da Elenco, Maria Cláudia Gonçalves Pires, conhecida no meio como Cacau Pires, garante que nunca trabalhou com a empresa de Campo Grande. "Nunca ouvi falar o nome desse homem (Edson)", afirma.

Ela conta que percebeu ter sido envolvida no golpe depois que vitimas entraram em contato com sua agência, para confirmar a veracidade da seleção feita por Ravaglia. Depois de negar qualquer trabalho conjunto, ela começou procurou a Polícia de Dourados.

Golpe - A produtora conta que um funcionário, identificado apenas como Marcelo, da agência MFaces, de São Paulo, pediu a ela um orçamento para ministrar um workshop.

Entretanto, antes mesmo da parceria ser acertada, o dono da Casting começou a vender pacotes para participação no evento, com a propaganda de que se tratava de uma seleção para a novela Malhação, da Rede Globo. Ele alegava que o trabalho era feito em conjunto com a MFaces e com a Elenco 5.

Por e-mail - Quando o golpe veio à tona e Ravaglia, dono da Casting, foi preso, o produtor da MFaces começou a mandar e-mails para a proprietária da Elenco 5, solicitando uma confirmação de parceria.

O texto das mensagens apelava para a 'confirmação urgente' da parceria, com a solicitação de que a produtora enviasse um documento informando que a seleção dos jovens de Dourados era feita para a sua agência.

Em um dos e-mails, a empresa, que aplicava o golpe junto com a Casting disse que o dono da agência de Campo Grande havia tido problemas porque não conseguiu 'autorização do juizado de menores' para realizar a seleção na cidade.

Foi quando a produtora carioca desconfiou da história e acionou a Polícia de Dourados. Ao falar com o delegado João Alves, ela descobriu que se tratava de um golpe.

Como o envolvimento trouxe danos à imagem da agência, a produtora afirma que irá acionar a Justiça e processar o dono da Casting por danos morais. "Isso pode comprometer muito a minha empresa", diz.

Prisão - Ravaglia foi preso no final de semana do dia 15 de agosto, ao fazer a seleção de jovens. Apesar de garantir que foi apenas detido para prestar esclarecimentos, o proprietário da agência foi autuado em flagrante por estelionato.

Entretanto, foi liberado em seguida e no início da semana já havia voltado com as atividades normais na agência de modelos e atores.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions