A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/06/2015 12:39

Duas pessoas investigadas em MS na Operação Ferrari estão foragidas

Viviane Oliveira
Com o dinheiro do tráfico de drogas, a quadrilha adquiriu casas, automóveis importados e embarcações de luxo. (Foto: divulgação/Polícia Federal) Com o dinheiro do tráfico de drogas, a quadrilha adquiriu casas, automóveis importados e embarcações de luxo. (Foto: divulgação/Polícia Federal)

Durante a operação Ferrari, desencadeada na manhã de hoje em cinco Estados, a Polícia Federal apreendeu uma escopeta calibre 12 em uma residência, em Mundo Novo, distante 476 quilômetros de Campo Grande, cidade que faz divisa com o Paraná. Até agora, as duas pessoas com mandados de prisão no município estão foragidas.

A operação foi deflagrada para desarticular organização criminosa de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro no Estado do Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Bahia e Sergipe. A operação cumpre 49 mandados judiciais.

O nome da operação é em alusão ao estilo de vida luxuosa que os criminosos mantinham como casas em condomínios de alto padrão na cidade de Londrina (PR), empresas para lavagem de dinheiro, automóveis importados e embarcações de luxo, tudo adquirido com o dinheiro do tráfico internacional de drogas.

Como funcionava - A organização criminosa comercializava a droga, procedente do Peru e da Bolívia. Após entrar no País, através da fronteira do Paraguai com o Brasil, a pasta base de cocaína era transportada pelos estados de Mato Grosso do Sul e Paraná para posterior refino. Os traficantes se passavam por empresários dos ramos de postos de combustíveis, de transporte e de revenda de veículos.

As cidades alvo da operação são Mundo Novo, em MS, Londrina, Cambé, Arapongas, São Jerônimo da Serra e Porecatu, no PR. Também Osasco, Indaiatuba, Hortolândia, Salto, Sumaré, Araçoiaba da Serra e Campinas, em SP, Salvador, na BA e Aquidabã, no SE.

Rota do tráfico - Em quatro dias, esta é a segunda operação que a Polícia Federal deflagra envolvendo o Estado. Na última quarta-feira (11), foi desencadeada a ação denominada Operação Cristal para desmantelar organização criminosa formada por traficantes brasileiros e paraguaios.

A PF cumpriu 11 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão em Mato Grosso do Sul e nos estados de São Paulo e Mato Grosso, todos expedidos pela 1ª Vara Federal de Sorocaba (SP). Segundo a polícia, seis pessoas foram presas, sendo duas pessoas detidas em Ponta Porã.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions