ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 33º

Cidades

Operação Cristal da PF contra o tráfico cumpre mandados e faz prisões em MS

Por Antonio Marques | 14/06/2015 13:31
Operação Cristal deflagrada pela PF prende duas pessoas em Ponta Porã e pelo menos uma em Brasilândia. (Foto: Divulgação site/PF)
Operação Cristal deflagrada pela PF prende duas pessoas em Ponta Porã e pelo menos uma em Brasilândia. (Foto: Divulgação site/PF)

A PF (Polícia Federal) deflagrou a Operação Cristal e desmantelou organização criminosa formada por traficantes brasileiros e paraguaios que traziam maconha produzida no Paraguai e a revendiam no interior de São Paulo.

O destino principal da droga era a região de Sorocaba, a cerca de 100 quilômetros da Capital paulista. Por conta desta operação, a PF cumpriu onze mandados de prisão na última quinta-feira, 11, e 19 mandados de busca e apreensão em Mato Grosso do Sul e no estados de São Paulo e Mato Grosso, todos expedidos pela 1ª Vara Federal de Sorocaba.

Segundo a PF, seis pessoas foram presas, sendo todas temporárias por 30 dias. As demais prisões aconteceram em Sorocaba (SP), Uberlândia (MG), Brasilândia e Ponta Porã, em MS. Nesta última, duas pessoas foram detidas. Os materiais apreendidos não foram especificados.

A PF afirmou que a Justiça Federal deferiu o bloqueio de contas bancárias e aplicações financeiras ligadas aos investigados, que não tiveram as identidades divulgadas, bem como o sequestro de veículos e outros bens de integrantes da organização criminosa obtidos como proveito da prática do tráfico internacional de drogas.

O inquérito policial indica que o grupo realizava a compra, o recebimento e a guarda do entorpecente em território nacional e posteriormente também fazia o acondicionamento, a camuflagem e a revenda da droga na região de Sorocaba. Os presos serão indiciados, de acordo com suas participações, pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, com penas que podem chegar a 25 anos de prisão.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário