A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

30/10/2010 07:19

Eleitor deve demorar 15 segundos para votar no 2º turno

Redação

No máximo até às 19h30 de domingo o TRE de Mato Grosso do Sul deve totalizar a contagem de votos para presidente da República no Estado.

A estimativa do tribunal segue a tendência de outras regiões que só terão de escolher a opção para a presidência, onde a disputa pelo governo estadual terminou já no primeiro turno.

O eleitor deve gastar no máximo 15 segundos para votar, escolhendo Dilma Roussef (13-PT) ou José Serra (45-PSDB).

Segundo o TRE, 5.149 urnas no Estado vão receber 1.702.511 eleitores, 442 foram adaptadas para deficientes visuais com recurso de fone de ouvido e áudio. Só em Campo Grande 541.716 estão aptos a votar

A maior preocupação é com comparecimento dos eleitores e mesários, por conta do feriadão prolongado que começou na sexta-feira em comemoração ao Dia do Servidor e segue até a terça de Finados.

A previsão é de que o número de ausentes nas urnas some 22% em todo o Brasil. Já o total de convocados é 20.596 em todo o Estado.

Quem não comparecer ao trabalho obrigatório tem de justificar, se não fizer isso será multado e em caso de ser funcionário público pode ter até o salário retido.

O custo médio por eleitor no Estado, em relação ao orçamento destas eleições, é de R$ 2,78. Na segurança, 20 mil homens dos efetivos das polícias civil, militar, federal, rodoviária federal, dos Bombeiros e do Exército atuarão, em todo o Estado, na segurança no dia das eleições.

O TRE lembra que em Mato Grosso do Sul são 479 seções em locais de difícil acesso. Desse total, o TRE utilizará o sistema via satélite para transmitir os votos de 169 seções, que abrigam 41.886 eleitores. As outras 310 seções em locais de difícil acesso que possuem 84.959 eleitores não utilizarão o sistema e por isso a totalização deve demorar mais.

Veja as demais orientações ao eleitor, passadas pelo TRE:

Desde às 3 horas da madrugada de domingo fica proibida venda bebidas alcoólicas e só será liberada após o fim da votação.

No dia da eleição, o eleitor deve levar consigo o título de eleitor e um documento com foto. Caso não esteja com o título em mãos, mas saiba o local onde vota, o eleitor pode apresentar um documento oficial com foto.

Quem não estiver na sua cidade, poderá justificar a sua ausência na eleição, indo a uma seção eleitoral ou um posto de justificativa da Justiça Eleitoral. Ela é gratuita e eleitor só precisa preencher um formulário com os seus dados eleitorais corretos, inclusive com o nº do seu título de eleitor.

Quem quiser se adiantar pode entrar no site www.tre-ms.jus.br e acessar o formulário on-line. Após o preenchimento, entrega deve ser feita, impreterivelmente, em um local de votação, pois não há recebimento via Internet.

Em Campo Grande, o local de voto em trânsito funcionará na Missão Salesiana, na Rua Barão do Rio Branco, 1.811, Centro (antigo museu Dom Bosco). No 1º turno, foram 1.847 eleitores e, agora, 1.770 no 2º turno, distribuídos nas seções eleitorais números 288/291, 289 e 290. Os eleitores poderão realizar a consulta do local de votação em trânsito no sitio do TSE. O link para consulta pelo nome do eleitor ou pelo nº do título está disponível em: www.tse.gov.br/certidaoquitacao/consultaLocalVotacao

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions