A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/08/2011 12:32

Em Campo Grande, ministro destaca 30% de empregos formais no Projovem

Fabiano Arruda

Governador André Puccinelli diz que solicitou inclusão de mais de 4 mil vagas do Projovem para MS

Carlos Lupi participou nesta manhã de abertura da Conferência Regional do Emprego e Trabalho Decente. (Foto: João Garrigó)Carlos Lupi participou nesta manhã de abertura da Conferência Regional do Emprego e Trabalho Decente. (Foto: João Garrigó)

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, enalteceu nesta sexta-feira, durante abertura da Conferência Regional do Emprego e Trabalho Decente, em Campo Grande, a garantia de 30% de alunos assíduos do Programa Projovem ingressarem no mercado de trabalho formal.

Segundo ele, o programa é o “coração” da pasta em todo País.

O Projovem é destinado a jovens com idade entre 18 e 29 anos, que estejam em situação de desemprego e sejam de famílias com renda per capita de até um salário mínimo. O aluno recebe, durante seis meses, auxílio no valor de R$ 100.

Em Mato Grosso do Sul, o programa atinge 5,5 mil jovens de 32 municípios com investimento de R$ 10,2 milhões.

Presente no evento, o governador André Puccinelli (PMDB) revelou que pediu ao ministro a ampliação de 5,5 mil para 10 mil vagas do programa para o Estado.

Outra solicitação feita por Puccinelli foi 3 mil vagas no programa Planseq (Plano Nacional de Qualificação para Setor Sucroalcooleiro) destinado especificamente para indígenas. “É algo inédito”, pontuou o chefe do Executivo Estadual.

Portal Emprego - Durante o evento nesta manhã, o ministro do Trabalho fez o lançamento do Portal Mais Emprego (www.maisemprego.mte.gov.br).

Conforme Lupi, um dos diferencias é a questão do seguro desemprego.

No momento em que o trabalhador solicita o auxílio, a agência de emprego faz verificação de disponibilidade de vaga para que ele consiga novo trabalho e, a partir daí, faz o encaminhamento para a vaga antes de prosseguir com o procedimento do seguro.

Conferência - Representantes dos municípios Bandeirantes, Corguinho, Dois Irmãos do Buriti, Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Ribas do Rio Pardo, Rochedo, Sidrolândia, Terenos, além de Campo Grande, participam da Conferência Regional do Trabalho Decente em Campo Grande.

Em pauta no evento estão ações como geração de trabalho e renda, segurança e saúde no trabalho, combate à discriminação, qualificação profissional, melhores condições de trabalho, a busca por oportunidades de trabalho mais equânimes, com liberdade e abertura à participação e ao diálogo social, bem como a erradicação de formas degradantes de trabalho, como o trabalho infantil, o trabalho escravo ou forçado.

Segundo informações da Funtrab/MS (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul), a Conferência conta com a presença de 323 delegados, dos quais 97 são da bancada do governo; 97 da bancada dos trabalhadores; 97 da bancada dos empregadores e 30 da sociedade civil, ou seja, 30% de trabalhadores, 30% de empregadores, 30% do governo e 10% da sociedade civil organizada. Destes, serão eleitos 106 delegados para a Conferência Estadual.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions