ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  25    CAMPO GRANDE 33º

Cidades

Em completo caos, UTI Neonatal da Santa Casa pode fechar

Por Redação | 03/09/2009 17:11

O relato é dos piores. "Aquilo não é unidade de saúde", resume o chefe da pediatria da Santa Casa, José Mendes, sobre a UTI Neonatal. Diante do que consideram "calamidade total", os médicos do setor resolveram interromper o atendimento a partir da próxima terça-feira.

"Decidimos fechar para não matar ninguém por falta de estrutura", declara o pediatra.

"A Santa Casa precisa de R$ 12 milhões por mês para funcionar e não recebe 7", reclama Mendes. O resultado, na avaliação dele , são nove anos sem qualquer investimento na UTI que atende recém nascidos que precisam de cuidados especiais.

Na unidade, o ar condicionado quebrou, apenas 3 monitores funcionam para acompanhar batimentos cardíacos e pressão. "O jeito é fazer tudo no olho, ter atenção máxima", diz o médico. Ele que cita exemplo ainda pior: existe apenas uma bomba de seringa, usada para medicar pacientes.

"