A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

05/06/2017 15:36

Em dez anos, 7,4 mil pessoas foram assassinadas em MS, revela pesquisa

Corumbá é o município de MS com maior número de mortes violentas em relação ao número de habitantes

Anahi Gurgel
Homicídio registrados em Campo Grande, em 2015, quando um homem foi morto a pauladas e por asfixia e corpo foi encontrado na linha do trem. (Foto: Gerson Walber/Arquivo).Homicídio registrados em Campo Grande, em 2015, quando um homem foi morto a pauladas e por asfixia e corpo foi encontrado na linha do trem. (Foto: Gerson Walber/Arquivo).

Entre os anos de 2005 e 2015, foram registrados 7.424 homicídios em Mato Grosso do Sul, sendo que Corumbá, Dourados, Campo Grande e Três Lagoas foram, respectivamente, os municípios que proporcionalmente mais registram mortes por agressão no Estado.

Os dados constam no Atlas da Violência 2017, divulgado nesta segunda-feira (05) pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O levantamento analisa as taxas de homicídio no país e detalha os dados por regiões, unidades da Federação e municípios, contemplando cidades com população superior a 100 mil habitantes.

Considerando estatísticas do SIM (Sistema de Informação sobre Mortalidade), do Ministério da Saúde, e informações de registros policiais, o estudo mostra a relação dos municípios mais violentos do país, de acordo com as mortes por agressão e MVCI (Mortes Violentas por Causa Indeterminada).

Entre os anos de 2005 a 2015, de um total de 304 municípios, a prevalência de homicídios, numa tabela crescente, projeta Corumbá para a 149ª posição, Dourados para a 129ª, Campo Grande 107º lugar e Três Lagoas ocupando a 89ª posição. 

Com a soma da taxa de homicídio e MVCI, num período de 10 anos, Corumbá registrou 31,3, Dourados 28,2, Campo Grande 23,4 e Três Lagoas 21,1.  

Para se ter uma ideia, Altamira (PA) é o primeiro da relação dos municípios mais violentos, com taxa de 107 e ocupando a 304ª posição, seguida de Lauro de Freitas (BA) com 97,7, Nossa Senhora do Socorro (SE) com 96,4, São José de Ribamar (MA) com índice de 96,4 e Simões Filho (BA), marcando 92,3.

As regiões Norte e Nordeste somam 22 municípios no ranking dos 30 mais violentos em 2015. De acordo com o estudo, apenas 111 (2%) municípios brasileiros respondiam, em 2015, por metade dos casos de homicídio no país, e 557(10%) concentraram 76,5% do total de mortes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions