A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/03/2009 22:21

Em Dourados, três irmãs se reencontram após 70 anos

Redação

Com muita emoção, três irmãs se reencontraram em Dourados na terça-feira (24), após 70 anos separadas. Badia Otácio Portilho, 73 anos, Clotilde Otácio de Oliveira, 80 e Zenir Otácio de Mattos, 77, nasceram em Nioaque e depois que seus pais morreram, acabaram sendo separadas.

Badia e Zenir foram morar com uma família, que depois de muitos anos passou a residir em Dourados, enquanto Clotilde foi para Campo Grande com uma outra família. Elas nunca mais se viram e mesmo tendo casado, sendo mães e avós, a união era algo desejado com bastante intensidade pelas três.

Hoje, todas são viúvas, sendo que Badia teve 7 filhos e Clotilde e Zenir são mães de 6 filhos cada.

Clotilde sempre alimentou a esperança de encontrar suas irmãs desaparecidas e por isso pediu à filha Ramona Santana que procurasse por Badia e Zenir. Ela conseguiu localizar as tias através de um contato com uma assistência social.

A secretária de Promoção Social de Douradina, Maria Nilza Gomes Vieira, ofereceu a estrutura do órgão para ajudar nas buscas. Na ocasião, Ramona, que sabia de tudo, levou a mãe para se reencontrar com as duas irmãs.

O trio afirmou fez promessas de nunca mais se separar, segundo o Dourados Agora. Elas ficarão juntas em Dourados por alguns dias.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions