A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

03/12/2013 20:13

Em MS, 75% das escolas pararam as atividades nesta terça-feira

Vinícius Squinelo

Cerca de 75% das escolas públicas de Mato Grosso do Sul pararam as atividades nesta terça-feira (3), como forma de reivindicar a proposta que integraliza o piso salarial de 20 horas em oito anos.

Segundo levantamento realizado pela Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), cerca de 75% das 362 escolas públicas da Rede Estadual de Ensino aderiram ao movimento. A expectativa, divulgada ontem, era uma adesão de 90%.

De acordo com o presidente da Fetems, Roberto Magno Botareli Cesar, os trabalhadores em educação da Rede Estadual aderiram à paralisação e somaram forças com a Federação na luta por uma política salarial justa e o piso por 20 horas semanais. “Mais uma vez mostramos a nossa força de mobilização, paramos mais de 75% das escolas e reunimos em Campo Grande mais de 400 trabalhadores em educação de todo o Estado em uma grande Assembleia Geral, isso mostra que estamos preparados e prontos para ir à luta pelos nossos direitos sempre”, disse.

Pela manhã a Fetems reuniu em sua sede representantes dos seus sindicatos filiados, professores e funcionários da educação de todo o Mato Grosso do Sul, em Assembleia Geral, que deliberou que todos se dirigissem em carreata pela maior Avenida de Campo Grande, a Afonso Pena, até a Assembleia Legislativa, pois será lá que Projeto de Lei da proposta de política salarial apresentado pelo governo do Estado será votado.

Atualmente em MS existem cerca de 25 mil professores na Rede Estadual de Ensino, 180 mil alunos e 360 estabelecimentos de ensino.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions