ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Em MS, 8,1 mil famílias devem atualizar dados para manter Bolsa-Família

Por Marta Ferreira | 17/08/2011 15:54

Para não correr o risco de ter o benefício do Bolsa-Família bloqueado, 8.162 famílias de Mato Grosso do Sul têm prazo até 31 de outubro para atualizar os dados junto aos gestores do programa no Estado.

A atualização cadastral é feita a cada dois anos. Em Mato Grosso do Sul, o programa atende 133.921 famílias. De janeiro a julho, cerca de 3.937 benefícios foram atualizados.

Devem ser informadas mudanças como endereço novo, localização da escola dos filhos para acompanhamento da frequência escolar e a composição da família, para continuar recebendo o benefício, que varia de R$ 32,00 a R$ 242,00. A renda per capita dos beneficiários deve ser de no máximo R$ 140,00 ao mês.

A revisão cadastral é feita pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e pelos municípios desde 2009. No início de cada ano, o ministério identifica todas as famílias com cadastros sem renovação nos últimos dois anos. Essa relação é posta à disposição dos gestores em um sistema informatizado.

As famílias identificadas recebem avisos em seus extratos bancários de pagamento e devem se apresentar no prazo estabelecido.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário