A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

26/04/2009 11:17

Em noite de blitz na MT, 11 ficam sem veículos

Redação

O casal de namorados seguia para festa infantil quando foi surpreendido por policiais de trânsito no cruzamento da avenida Mato Grosso com a rua Ceará. Com licenciamento vencido, os dois voltaram para casa sem carro. "Não consegui pagar, mas é lei", resumiu chateado o estudante Leonardo Arruda.

Como ele, outros dez motoristas tiveram os veículos guinchados ontem ao pátio do Detran. No total foram 6 carros e 4 motos.

Três também tiveram Carteira de Habilitação retida e outros 21 foram multados por irregularidades, que vão de falta de documentação obrigatória, a licenciamento ou IPVA vencidos.

O analista de sistemas, Marcos Vinicius Lima, teve problemas por ainda utilizar CNH sem foto. Ele foi multado, apesar de andar com cópia de resolução do Denatran "que não só dá prazo para troca do documento, mas impede retenção da CNH. Eu viajo e nem a PRF apreende o documento", reclama.

Marcos não teve o veículo apreendido, mas levou multa alta porque o exame médico de visão estava vencido. "Só não levaram o carro porque minha irmã assumiu o volante", conta.

A operação da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) começou na sexta-feira, nos oito pontos mais movimentados da cidade e no sábado concentrou forças na região dos bares, principalmente, para evitar a mistura álcool e volante.

Depois de nenhuma constatação em breve abordagens na Afonso Pena, os policiais fixaram ponto na Mato Grosso e não pouparam autuações, mas apenas com base na verificação de documentos.

Juventude - Apesar da fiscalização ter como objetivo também o cumprimento da Lei Seca, no sábado nenhuma das 120 pessoas abordadas pelos policiais passaram por teste de bafômetro, mesmo com o equipamento disponibilizado, já que não apresentaram sinais de embriaguez.

A verificação, segundo os policiais no local, era apenas visual. Como nenhum motorista apresentou sinais evidentes de embriaguez, não houve autuações.

Há uma semana, na mesma avenida, acidente envolvendo 3 jovens deixou a filha do superintendente da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Rayssa Favaro, em coma.

A suspeita é de que o estudante Marcelo Broch, que dirigia um carro Honda sem ter Habilitação, também havia bebido antes da colisão na esquina da Bahia com a Mato Grosso.

Primeiro dia- Na sexta, a fiscalização foi em 200 veículos e apreendeu 7 motocicletas em 6 blitze realizadas, na região central de Campo Grande. As ações envolveram 16 policiais, das 16h às 19h.

Com cerca de meia hora em cada local, as blitze foram empreendidas pela Ciptran na Avenida Ceará, em frente à Uniderp (Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal); na Afonso Pena com a Rua 13 de Maio; Bahia com Mato Grosso; Via Parque com Afonso Pena e Calógeras com Afonso Pena.

Segundo a Ciptran, foram aplicadas 23 multas, 2 carteiras de habilitação recohidas, bem como recolhidos 9 CRLVs (Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions