ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEXTA  14    CAMPO GRANDE 31º

Empregos

Turmas não vingaram em cursinhos e Enem dos Concursos trancou candidatos em casa

Em Campo Grande, maioria das escolas não tem aulas específicas para o novo modelo criado pelo Governo Federal

Por Cassia Modena e Natália Oliver | 03/05/2024 06:23
Marcus Matos, analista de TI, estuda para o CNU e outros concursos em casa (Foto: Marcos Maluf)
Marcus Matos, analista de TI, estuda para o CNU e outros concursos em casa (Foto: Marcos Maluf)

Concursos públicos para cargos no Judiciário, educação ou saúde, por exemplo, costumam mobilizar os cursinhos de Campo Grande a abrirem até mais de uma turma para diferentes seleções. O mesmo não aconteceu com relação ao CNU (Concurso Público Nacional Unificado), o chamado "Enem dos Concursos", que é uma novidade nesse universo.

A reportagem entrou em contato com várias escolas e apurou que a maioria não chegou a abrir turmas exclusivas para quem queria estudar para concorrer às 6,5 mil vagas do certame federal. Algumas até anunciaram que abririam e receberam inscrições, como é o caso do Cursinho Morenão, mas desistiram pela baixa procura. Outras poucas, como o Mandetta Easy, conseguiram.

Dirce Gadoardi, da coordenação do Cursinho Morenão, acredita que o edital diferenciado do CNU, com divisão por blocos e opção de vários cargos pelo mesmo candidato, acabou deixando os alunos inseguros em concentrar forças só nele.

"O que acabou ficando mais vantajoso é entrar em disciplinas gerais como a Língua Portuguesa para concursos e Direito e legislação, que nós temos aqui. O que for mais específico, o aluno pode estudar em casa ou com professor participar", disse.

Já no Mandetta, turma foi aberta só para quem está inscrito no bloco oito do CNU, há apenas dois meses antes da data da prova – que será neste domingo (5).

"Por conta" - O analista de Tecnologia da Informação, Marcus Matos, 44, mora em Campo Grande e estuda em casa há cerca de um ano para concurso público. A ajuda vem de uma plataforma on-line que disponibiliza apostilas específicas e videoaulas para as oportunidades que vão surgindo nas esferas federal, estadual e municipal. Ele dedica pelo menos três horas diariamente.

Plataforma de estudos on-line aberta no computador de Marcus tem sido a aliada (Foto: Marcos Maluf)
Plataforma de estudos on-line aberta no computador de Marcus tem sido a aliada (Foto: Marcos Maluf)

O alvo dele são vagas no Judiciário e na administração federal. O "Enem dos Concursos" entrou no radar logo que o edital foi lançado, no ano passado.

Para Marcus, se preparar para o certame é desafiador pelas especificidades do edital, ao mesmo tempo que pode ser mais fácil para quem já estuda para outros concursos públicos.

"Muita coisa do que vai cair no CNU tem aderência com o que eu já tenho estudado. O core de muitas disciplinas é o mesmo. Acaba sendo complementar porque tem uma transversalidade", fala.

O analista está de olho nos cargos do bloco quatro. Nesta reta final, ele está revisando principalmente administração financeira e orçamentária, normas da segurança do trabalho e atualidades.

Brunno de Melo Nunes, 29, também prefere estudar sem ter que sair de casa. Trabalha como consultor de processos hospitalares na Capital e divide o tempo fora do expediente com os estudos. Estuda durante o horário de almoço e após o trabalho, o que dá em torno de sete horas de dedicação. Aos finais de semana e feriados, o tempo chega a 8h.

A meta do consultor é o cargo de especialista de políticas públicas e gestão governamental. Diz que está voltando ao "mundo dos concursos agora, mas que é bem dedicado".

Mesmo o CNU sendo diferente dos concursos tradicionais, não considera que a prova será um treino. "Não gosto de usar concursos para teste. Sempre opto por me dedicar para a aprovação", finaliza.

Em MS - Cerca de 34 mil candidatos estão inscritos para fazer a prova somente em Mato Grosso do Sul.

Haverá aplicações em quatro cidades: Campo Grande, Corumbá, Dourados e Três Lagoas.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.


Nos siga no Google Notícias