A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/06/2010 09:35

Empresa de MS envolvida em fraude na venda de carvão

Redação

O Ibama no Paraná desvendou na semana passada um esquema fraudulento de venda de carvão envolvendo sete empresas do Estado e uma de Mato Grosso do Sul. De acordo com o que o órgão divulgou, a fraude permitiu a regularização de madeira desmatada ilegalmente de uma área de pelo menos 50 hectares de florestas

De acordo com o Ibama, foram comercializadas ilegalmente, 948 toneladas de carvão. O cálculo é de que o esquema tenha rendido às empresas cerca de R$ 596 mil.

O nome das empresas envolvidas não foi divulgado porque elas ainda não foram notificadas pelo Ibama. Elas foram multadas em R$ 2,1 milhões e poderão responder a crime de estelionato, com pena de 1 a 3 anos de reclusão, e por prestar falsa informação ao sistema de controle de órgãos florestais, com detenção de 1 a 3 anos.

O chefe-substituto da divisão de fiscalização do Ibama do Paraná, Michel Kawashita, as empresas paranaenses simulavam a venda de carvão para a empresa de Mato Grosso do Sul.

Na transação, emitiam pela internet o DOF (documento de origem florestal) com dados adulterados. Com esse documento, uma carvoaria em Coronel Sapucaia, na região Sul do Estado, na fronteira com o Paraguai conseguia esquentar a madeira retirada ilegalmente das florestas. O produto era revendido para diversas empresas, entre elas, siderúrgicas de Minas Gerais.

A fraude - O esquema foi descoberto pelo cruzamento dos dados DOF com o Infoseg (Rede Nacional de Informações) da Secretaria Nacional de Segurança Pública, que contém, entre outras informações, o registro de placas de veículos de transportadoras.

Dessa forma, foi possível descobrir que os fraudadores não estavam usando transportadoras e sim esquentando o documento com placas de motos e carros de passeio, que não poderiam transportar o volume de carvão descrito.

(Com informações da Folha de S.Paulo)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions