A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/10/2009 17:57

Empresa deverá apresentar plano para ativar rodoviária

Redação

A Socicam deverá apresentar um plano para ativar a nova estação rodoviária de Campo Grande, que foi inaugurada no dia 6 deste mês na saída para São Paulo. O projeto deve ser protocolado com 60 dias de antecedência e ser aprovado pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Delegados.

A ativação do terminal, que deverá ficar para o próximo ano em decorrência do aumento da demanda nas festas de fim de ano, foi discutida hoje em reunião entre o prefeito Nelsinho Trad (PMDB), o presidente da agência, Marcelo Amaral, e o diretor de operações da Socicam, Roberto Farias.

Durante a reunião, o prefeito relembrou das exigências contidas no Contrato de Concessão de serviços públicos e que devem ser aprovadas pelo poder municipal, antes da operacionalização. "Vamos ponderar e nos resguardar para começar a funcionar sem nenhum problema", ressaltou Trad. Antes de começar a operar, a Prefeitura formalizará o Termo de Recebimento do Terminal, em que constata todas as obrigações contratuais para, então, assinar a ordem de serviço para início da operação.

Faria disse ainda que 40 trabalhadores farão parte do quadro de funcionários e realizarão, antes do início da operação, um treinamento sobre tecnologia em um terminal paulista, operado pela mesma empresa. "Vamos estudar o plano, cumprir todas as exigências e começar a operar dentro do exigido".

De acordo com o edital, a concessionária deve apresentar, em 60 dias antes do início da operação, a minuta do Regulamento de Exploração, Operação e Manutenção. Além do plano, para aprovação da Agência de Regulação e o Plano de Marketing, Divulgação e Mídia.

Todos a serem aprovados pela Prefeitura. Fica a cargo da Socicam, ainda, apresentar a Relação de Bens Reversíveis (RBR), em que discrimina todos os bens construídos e adquiridos que serão revertidos ao poder público ao término do contrato de 30 anos.

A transferência dos embarques e desembarques será por meio de decreto municipal com os itinerários, percursos e pontos de parada do Sistema de Transporte Rodoviário de Passageiros no perímetro urbano de Campo Grande, reordenamento viário do entorno (em execução pela Agetran), mudança física e logística das empresas transportadoras e realocação dos serviços de táxi, mototáxi e transporte coletivo urbano.

Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions