A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

25/10/2010 21:35

Engenheiro acusa construtora de não arcar com corretagem

Redação

O engenheiro Jefferson Felizardo, 38 anos, entrou em contato com o Campo Grande News para informar que a construtora Goldfarb está tentando se esquivar de reembolsá-lo por serviços pagos a corretores de imóveis quando comprou duas casas da empresa.

No dia 12 de agosto deste ano, Procon (Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor), Ministério Público do Consumidor e Decon (Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes contra as Relações de Consumo) realizaram uma reunião com representantes das empresas MRV e Goldfarb para informar que a obrigação imposta aos clientes de pagarem serviços de corretagem para adquirir um imóvel deveria ser aniquilada, ou seja, o pagamento desses serviços agora deve ser feitos pelas construtoras.

Na ocasião da reunião, o superintendente do Procon, Lamartine Ribeiro, afirmou que os consumidores que compram imóveis não podem custear os serviços do corretor. Ficou decidido que os clientes que tivessem firmado contrato com as construtoras e registraram reclamação junto ao Procon poderão ser ressarcidos dos valores cobrados indevidamente.

Como resultado da reunião, um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) seria firmado com as empresas para que o valor pago no ato da assinatura do contrato funcione como "sinal". Contudo, de acordo com Jefferson, a Goldfarb até hoje não assinou o termo.

A assinatura com pagamento da corretagem foi feita por Jefferson em agosto do ano passado e nesse ano ele assinou contrato de financiamento com a CEF (Caixa Econômica Federal), no entanto, ele reclama de não ter sido informado sobre a decisão.

"Entrei em contato com o Ministério Público e recebi a informação de que o termo ainda não foi assinado pela Goldfarb", explica Jefferson, alegando que também ficou sabendo que a construtora só se compromete em devolver o dinheiro pago aos corretores para quem desiste do negócio.

O engenheiro ainda frisa que tem audiência marcada na semana que vem com a Goldfarb para tentar uma conciliação, mas de antemão recebeu a informação de que a construtora vai levar o caso até a última instância.

A reportagem não conseguiu estabelecer contato com a construtora Goldfarb.

Mais de cem empresas são notificadas por não cumprirem lei de aprendizagem
Mais de cem empresas foram notificadas por não cumprem a Lei de Aprendizagem em Mato Grosso do Sul. Segundo a Superintendência Regional do Trabalho, ...
Universidades terão incentivo de R$ 10 milhões a projetos de combate a obesidade
Chamada pública do Ministério da Saúde incentiva universidades públicas e privadas a desenvolver projetos com ações de prevenção, diagnóstico e trata...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions