A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

31/12/2008 06:28

Entram em vigor amanhã novas regras ortográficas

Redação

A partir de amanhã (1º de janeiro) entram em vigor as novas regras da ortografia (maneira de escrever as palavras) da língua portuguesa. As mudanças são apenas na escrita, a pronúncia permanece a mesma. Além disso, até dezembro de 2012 haverá duas normas ortográficas em vigor, a atual e a nova.

Pela nova norma, o trema será extinto; o uso do hífen passa a seguir novas regras; as letras w, y e k perdem a condição de clandestinas e voltam a integrar o idioma e; a aplicações dos acentos gráficos mudam.

Com o retorno das letras w, y e k, o alfabeto passa a ter 26 letras. Na prática, as três letras nunca deixaram de fazer parte do nosso idioma, mas deixam a condição de marginais. Elas já são usadas na escrita de símbolos de unidades como km (quilômetro), kg (quilograma) e W (watt) e em palavras e nomes estrangeiros e seus derivados como show, playboy, playground e kung fu.

Outra mudança importante é o fim do acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas. Por exemplos, a palavra alcatéia passa a ser alcateia; assembléia virará assembleia; andróide será androide e apóia, do verbo apoiar, fica apoia, entre outros.

Também nas palavras paroxítonas, não haverá mais o acento no i e no u tônicos quando vierem depois de um ditongo. Exemplos: bocaiúva passará a ser bocaiuva; e feiúra será escrita feiura.

A reforma acaba ainda com o acento das palavras terminadas em êem, ôo e ôos como abençôo (que passa a ser abençoo), lêem (leem) e vôos (voos).

Os acentos diferenciais são outros que entram em extinção. A exceção fica por conta de pôde (pretérito perfeito do indicativo do verbo poder, na 3ª pessoa do singular), pôr (verbo) e dos acentos que diferenciam o singular do plural dos verbos ter e vir e os derivados deles (manter, deter, reter, conter, convir, intervir, advir, entre outros).

Até mesmo a palavra "pára", do verbo parar, passa a ser escrito sem o acento, como a preposição para. O mesmo acontece com pêlo(s).

Já o acento circunflexo para diferenciar as palavras forma e fôrma passa a ser optativo. O guia prático Michaelis da nova ortografia mostra a importância de se manter o acento: "Qual é a forma da fôrma do bolo?".

Além dessas alterações, haverá mudanças também no uso do hífen. Em sua visita a Campo Grande, em novembro, o renomado apresentador do programa Nossa Língua Portuguesa, da TV Cultura, Pasquale Cipro Neto, explicou, que existem controvérsias sobre algumas regras, que não estão claras.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions