A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/01/2008 07:29

Equipes militares saem de MS para ajuda à Bolívia

Redação

Saiu na manhã desta segunda-feira (28 de janeiro) da Base Aérea de Campo Grande parte da missão de ajuda que o Brasil está enviando à Bolívia, onde as chuvas já provocaram 32 mortes desde novembro do ano passado, segundo a estimativa oficial. Foram enviados um helicóptero, com quatro militares, e um avião Hércules C-130, carregado com 5 toneladas de equipamentos e mantimentos, e com uma tropa de 44 militares do Exército Marinha, e Aeronáutica.

No avião, estão sendo transportados alimentos e 5 lanchas rápidas, para ajudar no resgate das vítimas das enchentes. O helicóptero é do Esquadrão Pelicano, grupo da Força Aérea especializado em resgate e salvamento sediado em Campo Grande.

A previsão é que o avião faça duas viagens nesta segunda-feira e mais uma na terça-feira. Ainda hoje, a aeronave voltará a Corumbá para pegar mais militares e mais 5 lanchas para o trabalho de busca e salvamento das vítimas. Depois, voltará a Campo Grande, amanhã, para pegar mais 3 toneladas de mantimentos.

O helicóptero ficará na Bolívia, para as missões de resgate. Não há previsão de retorno das equipes brasileiras.

A ajuda deveria ter saído domingo de Campo Grande, mas o vôo do helicóptero foi impedido pelas condições do tempo. Esse tipo de aparelho, como explicou o chefe de comunicação da Base Aérea, tenente Luiz Pacheco, exige teto mais baixo, de 200 metros de altura, para poder voar com segurança.

A decisão de enviar as equipes de ajuda ao país vizinho foi tomada na sexta-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e divulgada no sábado pelo Ministério da Defesa. Venezuela e Chile também já anunciaram auxilio aos bolivianos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions